Surge A Gralha, o primeiro jornal no PR exclusivo para a internet

A Gralha se somará à  luta pela diversidade de opinião no Paraná.

A Gralha se somará à  luta pela diversidade de opinião no Paraná.

Nada de papel. A idéia é economizar as árvores e preservar o meio ambiente. No entanto, o primeiro jornal exclusivamente feito para a internet, A Gralha, promete não economizar nos bytes, se somando de forma complementar à  blogosfera.

Cumprimento o editor do novo jornal, Jorge Eduardo França Mosquera, e os demais integrantes desse alvissareiro projeto.

A velha mídia do impresso e da radiodifusão que se cuide Paraná, em especial, a caduca “Gazeta do Povo” que tenta ologopolizar a informação por meio do grupo RPC.

O direito à  informação, conforme o artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da ONU, é marco da civilização e direito fundamental do ser humano. Por isso, saúdo a chegada d’A Gralha que, com certeza, vai complementar a luta pelo contraditório, pela construção de uma sociedade plural e democrática.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hello there. I discovered your web site by means of Google while looking for a similar matter, your site came up. It seems great. I have bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

  2. Hiya, I’m really glad I’ve found this information. Nowadays bloggers publish only about gossip and internet stuff and this is actually irritating. A good site with exciting content, this is what I need. Thank you for making this web site, and I will be visiting again. Do you do newsletters by email?

  3. I simply want to tell you that I am very new to blogging and seriously savored you’re blog. Most likely I’m planning to bookmark your blog . You surely have incredible articles and reviews. Thanks a bunch for revealing your web-site.

  4. Dei uma googada nos integrantes, sei lá… talvez conselho editorial dessa “Gralha”: Ana Cecília Pontes de Souza, Jorge Eduardo França Mosquera, Julio Tarnowski Junior e Leandro Taques. Um grupo de pessoas absolutamente despolitizadas. Sem compromisso e sem opinião. Não acho que possamos esperar algo dessa “gralha”. Ao contrário do teu blog meu caro Esmael. Este sim poderia ser transformado em um jornal “on line”. Pense nisso meu Caro.

    Marcelo Łukaszewski de Bocaiuva do Sul

  5. Tá com cara de ser um panfletinho eletrônico chapa branca!

  6. parabems guarapuava ,polos investimentos do entao beto mentirosso.efim uma cidade com investimentos ,parabens so para lembrar espero que todo este dinlheiro vao sim para onde e presiso ?vai dar uma bela comicao de olho bem abertos pois onde tem milhoes a muitos ratos por perto .por falar em ratos gatos e talves a um rapozao ia olhe bem debaixo do tapete ele e de cabeca branca e tambem chamado de rapozao.tambem gosta de andar de aviao asim nao e presiso nandar arrumar e carro na segunda feira.as estradas que este governo chamado beto fes em nossa regiao em JANEIRO DE 2013,JA ESTAO ESBURACADAS culpa da chuva .os milhoes aqui tambem vieram mas so deo para fechar buracos dis ele que e culpa do requiao.e asim vai vai vai entao digo requiao governador 2014.

  7. Só espero que tenha reportagens, não editoriais. Que fale a verdade e não esconda o que é relevante. Nota: doa a quem doer!

  8. Marcos Coimbra responde ao Decálogo do Perfeito Idiota da Direita com as mais idiotas pontuações. Emenda pior que o soneto.
    Ruizinho de abordagem política o tal do Márcio Coimbra. Orestes, conta outra…

  9. O Jornal Diário de Piraquara, que manteve por algum período versões impressas, desde o ano passado dedica-se, exclusivamente, a ser um jornal totalmente digital, online, e polêmico.

    Abs.

    Rodini Netto

  10. Parabéns Orestes. Sintetizou de forma brilhante o que que sempre afirmamos neste coluna. Se há desigualdade social, analfabetismo e pobreza, não foi este governo que as criou. Uma mudança radical como precisa leva gerações. Precisamos educar a geração das crianças de hoje para que las façam as mudanças amanhã, porque com os adultos de hoje pouco pode ser feito.

  11. Essa é quentinha para um caboco que diz que o meu prefeito é xeróx do nosso Governador, se é uma copia, que bom, agora peço que leia toda a noticia…

    http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=75070&tit=Estado-investe-R-72-milhoes-em-municipios-da-regiao-central

    Só desde que o Cesar assumiu, parece que é a quarta ou quinta vez que o Governador visita Guarapuava e trás uma porção de investimentos aqui, só Guarapuava terá R$ 49 milhões, segundo o prefeito Cesar Silvestri Filho, que recebeu o governador Beto Richa. Deste total, R$ 25 milhões são da Sanepar, para obras no sistema de esgoto, sistema de água, execução de 45 mil metros de redes coletoras e duas mil ligações prediais, além de melhorias no saneamento.

    Além dos investimentos em construção e reparos de escolas, o Governador anunciou R$ 11,2 milhões para pavimentação asfáltica em ruas do conjunto residencial 2000.

    Não é só Cascavel que vai de Beto Richa ano que vem, Guarapuava também vai.

  12. Legal a proposta.
    Eu não acredito em um formato de jornal que abandone em 100 % o papel, é algo futurista demais para a atualidade. A Internet ainda é um mistério para algumas pessoas, como boa parte do pessoal da 3ª idade, as pessoas com pouco acesso aos computadores, as pessoas pobres demais para custear uma conexão de internet banda larga, etc…
    O que vai morrer mesmo, e vai acabar logo mesmo é a mídia impressa paga, tipo jornal, revista, a circulação paga…
    Então o que precisa ter, nesses próximos anos, é um jornal 100% eletrônico + uma versão impressa de distribuição gratuita. Então o que vai dar certo é uma versão GRALHA AZUL (INTERNET) + METRÔ (JORNAL IMPRESSO DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA). Somando junto reportagens e artigos de bons nomes da mídia, TUDO IMPARCIAL, sem a PRETENÇÃO DE DOMINAR O MUNDO… QUEM CUSTEIA TUDO? Os anunciantes, os CAPITALISTAS SELVAGENS, sem colocar as manguinhas de fora, como fazem na velha mídia…

  13. O DECÁLOGO DO PERFEITO IDIOTA DA DIREITA

    Quais são as ideias típicas dos conservadores brasileiros na atualidade? Algumas são permanentes, outras conjunturais. Amanhã serão substituídas por novas idiotices. O estoque é imenso.

    por Marcos Coimbra

    Entre assombrações, equívocos e estereótipos, o pensamento conservador brasileiro anda atulhado de idiotices. Alguns nada mais fazem que repeti-las. Outros contribuem para aumentá-las. O título desta coluna alude àquele de uma obra que teve certa voga há quase 20 anos e hoje parece antediluviana. Publicado em 1996, o Manual do Perfeito Idiota Latino-Americano era um ataque contra a esquerda e expressava o neoliberalismo triunfante que se espalhava pelo continente. Quem discordasse de seus axiomas era idiota.

    Passou o tempo e a história mostrou o inverso. Nenhuma das experiências de governo inspiradas no Manual deu certo. Os povos sul-americanos escolheram caminhos diferentes, de mais realizações. Quem zombava dos outros, com a agressividade verbal característica dos autoritários, é que se revelou um tolo.

    Quais são as ideias típicas dos conservadores brasileiros na atualidade? Algumas são permanentes, outras conjunturais. Amanhã serão substituídas por novas idiotices. O estoque é imenso. Vamos às dez mais comuns:

    O Brasil está à beira do abismo

    Ainda que os cidadãos normais tenham dificuldade de entender quem diz isso, os genuínos idiotas da direita estão convencidos: vivemos o caos e estamos a caminho do buraco. Há exemplo mais patético que a “inflação do tomate”?

    O Bolsa Família é esmola usada para manipular os pobres

    Marca distintiva desses idiotas, a ideia mistura velharias, como a noção de que os pobres são constitutivamente preguiçosos, com a pura inveja de ter sido Lula o criador do programa. No fundo, o conservador despreza os mais humildes.

    O Brasil tem um governo inchado

    Mundo afora, depois de a crise internacional sepultar a tese de que Estado bom é Estado mínimo, ninguém mais tem coragem de revivê-la. A não ser no Brasil. Fernando Henrique Cardoso deixou 34 ministérios quando saiu do governo. Esse seria o tamanho ótimo? Cinco a mais se constitui uma catástrofe?

    O Brasil tem municípios demais

    Exemplo de idiotice conjuntural, é prima da anterior. Que sentido haveria em considerar imutável a organização administrativa de um país em que a população se movimenta pelo território, fixando-se em novas regiões?

    O Judiciário é nosso deus e Joaquim Barbosa, nosso pastor

    Como seus parentes no resto do mundo, os conservadores brasileiros desconfiam da política e têm ojeriza a políticos. Quem mais senão o presidente do Supremo Tribunal Federal encarnaria os “anseios da sociedade contra os políticos corruptos”? Transformado em ferrabrás dos petistas, Barbosa virou herói da direita.

    O “mensalão” foi o maior escândalo de nossa história

    Conversa para boi dormir entre os conhecedores da política brasileira, o “mensalão” não passa de um exemplo do modo como as campanhas eleitorais são financiadas. Só os desinformados acreditam ser ele um caso excepcional.

    A liberdade de imprensa está ameaçada

    Na vida real, ninguém leva isso a sério. Volta e meia, a ideia é, no entanto, usada pela imprensa conservadora para defender os interesses de um pequeno grupo de corporações de mídia. De carona, alguns políticos da oposição a endossam para preservar as relações privilegiadas que mantêm com os proprietários dos meios de comunicação.

    Dilma antecipou a eleição

    Desde ao menos o início do ano, a oposição de direita repete, em tom queixoso, o mantra. O que imaginava? Que uma presidenta tão bem avaliada não fosse candidata? Que fingisse não sê-lo? Qualquer idiota sabe que os governantes pensam na reeleição. Assim que tomam posse, entram no páreo.

    O Brasil virou as costas para seus parceiros internacionais e se aliou aos radicais

    A fantasia desconhece a realidade da política externa e o modo como funciona a diplomacia brasileira. É montada em duas etapas: primeiro, desconstrói-se a imagem de um país ou liderança. Depois, afirma-se que o governo a apoia. De qual país o Brasil se afastou, de fato, nos últimos anos?

    O Brasil moderno está na oposição, o arcaico é governo

    Trata-se de um erro factual, somado a muita pretensão. Ao contrário, como mostram as pesquisas, o governo é mais bem avaliado (e Dilma tem mais votos) entre, por exemplo, jovens e aqueles conectados à internet que na média da população. A oposição possui, é claro, sua base na sociedade. Em nada, no entanto, esta é “melhor” que aquela apoiadora do governo.

  14. Desde já, gostaria de participar com matérias sonre o trânsito, comportamento, conscientização e orientações. Tenho especialização e experiência pelo exercício de comando de unidades da PMPr ligadas ao trânsito: BPTRAN, BPRV. E na RR, Diretran.