Dilma pode romper contrato com pedágio; no Paraná, Richa passa a mão na cabeça das concessionárias

Tarso Genro, no Rio Grande do Sul, extinguiu praça de pedágio e estatizou o serviço; Dilma estuda romper contrato com concessionárias que não investiram na melhoria das rodovias; por que Beto Richa, no Paraná, é tão leniente à s pedagiadoras? Por quê? Edson Campagnolo, presidente da poderosa Fiep, avisa que vai implantar mecanismos de controle social! através de pedagiômetros! online, que todos poderão acompanhar quanto arrecadam as empresas em tempo real.

Tarso Genro, no Rio Grande do Sul, extinguiu praça de pedágio e estatizou o serviço; Dilma estuda romper contrato com concessionárias que não investiram na melhoria das rodovias; por que Beto Richa, no Paraná, é tão leniente à s pedagiadoras? Por quê? Edson Campagnolo, presidente da poderosa Fiep, avisa que vai implantar mecanismos de controle social! através de pedagiômetros! online, que todos poderão acompanhar quanto arrecadam as empresas em tempo real.

Os usuários de rodovias gaúchos foram brindados com a notícia da extinção de uma praça de pedágio em Farroupilha, na região metropolitana de Caxias do Sul, a 110 km de Porto Alegre. Lá, houve o cumprimento de promessa de campanha do governador Tarso Genro (PT) de liquidar os postos de cobranças desnecessários e de estatizar o serviço (clique aqui para saber mais).

Neste sábado (1!º), chega-me a informação de que a presidenta Dilma Rousseff pode romper os contratos do pedágio com o consórcio Autopista Litoral Sul, que administra o trecho das BRs 376 e 101, na ligação entre Curitiba a Florianópolis. à‰ o que diz reportagem de Kátia Brembratti, no jornal Gazeta do Povo.

Segundo a jornalista, o Tribunal de Contas da União (TCU) analisou o contrato e o serviço prestado e concluiu que 15,4% do valor da tarifa praticada pela Autopista Litoral Sul são referentes a obras não realizadas.

No Paraná, o governador Beto Richa (PSDB) e a bancada amestrada de deputados estaduais na Assembleia Legislativa agem diferente. Eles passam a mão na cabeça das concessionárias de pedágio.

No começo de março deste ano, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) e o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR), divulgaram relatório sugerindo que os usuários das rodovias paranaenses vêm sendo roubados com a anuência do poder público há 14 anos (clique aqui para relembrar).

De acordo com o estudo do Crea e do Senge, as rodovias do Anel de Integração se encontram em condições muito próximas das encontradas antes do processo de concessão!. Ou seja, os usuários foram enrolados nos últimos 14 anos. Nós, os trouxas, pagamos pedágio todos esses anos com a promessa de que as estradas receberiam melhorias. Cumprimos com a nossa parte no contrato, mas as empresas não cumpriram com a delas.

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, propõe a instalação de um “pedagiômetros” para auferir os ganhos da empresas pedagiadoras e o consequente retorno delas em obras. Segundo o líder industrial, é preciso “maior controle social” nas atividades essenciais e estratégicas à  economia.

Não somos contra o pedágio, mas queremos transparência. Os constantes aumentos na tarifa, sem a contrapartida em obras, aumenta o ‘Custo Brasil’ e diminui muito a competitividade das empresas paranaenses!, critica o presidente da Fiep.

41 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. EMPRESAS DE PEGAGIOS, QUE QUEREM COBRAR PEGADIOS TEM QUE PRIMEIRO FAZER RODOVIAS E TEM QUE TER A RODOVIA ALTERNATIVA, CASO QUE NAO ACONTECEU NO ESTADO PARANA, AS EMPRESAS DE PEDAGIOS PEGARAM RODOVIAS PRONTA SIMPLESMENTE COLOCARAM AS PRAÇAS DE PEDAGIOS, NO ESTADO PARANA, QUE ESTAO COM PREÇOS ABUSIVOS NAO INVESTIRAM EM MELHORIA NAS RODOVIAS, CONTRATO VAI ATE 2022.

  2. MAURICIO PINA

    junho 2, 2013 às 23:14

    Quem defende esse modelo de pedágio que esta ai não merece o minimo de respeito, já disse! no minimo e o dono do pedágio, ou é algum ladrão quadrilheiro que se beneficia dele.

    NÃO VOU CONTRA-ARGUMENTAR COM VADIOS.

    Concordo plenamente, vejo a duplicação da Br MEdianeira/Cascavel era pra ser feita pela empresa que administra todos os pedágios do Parana são 10 a 12 pedágios que cai na mão de certas pessoas. Imaginem o fluxo de carros que passa, e o governo que elegemos, “não votei” ainda teve que liberar verba “bancar” essa duplicação, simplificando quem ta bancando essa roubalheira somos nós.

  3. O pedagio é legal É inlegal nosso direitos

  4. Quem defende esse modelo de pedágio que esta ai não merece o minimo de respeito, já disse! no minimo e o dono do pedágio, ou é algum ladrão quadrilheiro que se beneficia dele.

    NÃO VOU CONTRA-ARGUMENTAR COM VADIOS.

  5. Esmael, faria bem uma reportagem mostrando o estado de abandono das rodovias estaduais do Parana. Palmas a Francisco Beltrao esta tudo abandonado. 3 anos de abandono pelo governo estadual, ah, eh porque aqui todo mundo votou no Requiao .

  6. Mas ocorre que no Rio Grande tem governador que honra o bigode, esse nosso aqui mesmo sem bigode honra quase nada.

  7. Não se deve levar em consideração o que uma ex-quadrilheira, ex-ladra e ex-assaltante diz.

    • Melhor do que ser um banana como voce que gosta de homem cara.
      Voce deve ter uma foto do cezar silvestre bem ao lado da cama ne bichorra.

  8. Agora que vocês estão vendo que os pedágios de R$ 1,99 do Lula não funcionam, vão colocar todas as fichas na “concessão estatal” do Tarso? CRENDIOSPADRE. Favor vejam quanto o pedágio gaúcho custa por lá depois da DERRUBADA da tarifa: de R$ 8, R$ 7 para R$ 5,80, R$ 6,00. UAU, super desconto que ele deu na tarifa. COmo será esse contrato do Governo com ele mesmo? Estou curioso pra ver, e pra rir. Quais são as obrigações, e quem vai cobrar o cumprimento do contrato? aiai, toca o hino da Internacional agora ou espera chegar mais povo?…

    É tão difícil entender que concessão de rodovia não é brinquedo ideológico, que basta o governo assumir a gestão do contrato como deve ser, que ele segue numa boa? Os lados se respeitam de parte a parte e a coisa acontece. orra meu…

    • Todo o mal esta na inoperância de todos os poderes para defender os interesses do povo.E toda roubalheira existe porque o brasileiro em geral e muito acomodado,so reclama e não parte para a luta.E so com a reação de todos nos e que mudaremos este Pais.

  9. SE A DILMA O A GLEISI ACABAR COM O PEDAGIO NO PR VOTO NELAS
    POIS ESTAMOS CANSADOS DE SER ROUBADOS PELOS PEDAGIOS.

  10. Quem são os donos dos pedágios? São políticos, empresários ou grandes construtoras? Que os deputados paranaenses estão por trás deste imblóglio sabemos mas quem são os donos? Estes é que deveriam ser cobrados pelos transtornos causados a todas empresas e paranaenses. Ainda ouvi conversas de que querem prorrogar os pedágios. Será verdade? Baixariam o valor do pedágio para paranagua de 15,00 para 12,00 e ai ficariam mais 15 anos. Será verdade isto?

    • Meu caro Valdir Bastos, esse é um assunto emblemático, a única pista que temos que são gente muito bem amada pelos Tucanos, Tribunal de justiça, e até do MISTÉRIO PÚBLICO, que tinha a obrigação de defender o povo, pra não falar também DE ALGUNS componentes da ALEP. é por isso e outras coisas, que comissionados dos três poderes tem tanto medo do PT, QUEM ASSISTE A TV SINAL sabe muito bem que o PT PARANAENSE É QUE CAMINHA COM O POVO.

  11. Pedágios?
    Isto é apenas um início, em Farroupilha, sugere a Guerra dos Farrapos contra os pedágios, que estão “esfarrapando” os recursos dos gaúchos….esperamos que no Paraná, também surjam os contestadores e, que aconteçam esta mudanças aos moldes da Guerra do Contestado…

  12. Aproveitando a matéria. Mas que raio é este contrato com as empresas pedageiras que dizem ser tão bem amarrado???? Penso que não há que se falar em manter o “pacta sunt servanda” no caso destes contratos, pois se as obras que eram para ser executadas e estas não foram, já houve a lesão ao jargão ai dito. E há de se acreditar que exista clausulas resolutivas neste contrato ou não existindo seria por interpelação judicial . Ou neste contrato só existe obrigação de construção das praças de pedagio e apara de mato?????

  13. Esmael, o Site OP (Observador Político) do IFHC acabou, morreu, o quê aconteceu ?

  14. Tem que ter pedágio em valor decente, tipo o da Auto pista litoral Sul, você vai pra Florianópolis e paga muito menos do que ir até Paranaguá.. Os preços do pedágio no Paraná são uma imoralidade..

    Temos que ir pra frente das casas onde moram os controladores e acionistas majoritários dessas companhias e protestar, colocar faixas: “AQUI MORA UM DOS SEM VERGONHAS QUE EXPLORAM O POVO DO PARANÁ”.

  15. O problema é mais complexo do que se apresenta. Qualquer governante que queira fazer alguma coisa com relação ao pedágio tem que observar atentamente o que consta dos contratos, sejam eles favoráveis ou não aos usuários. Estes contratos serão discutidos posteriormente na justiça, e como as concessionárias podem contratar bons e famosos advogados, estes poderão obter sucesso nas suas causas e aí o molho pode sair mais caro do que o peixe. Eu não sou favorável a renegociação de contratos e obrigações das concessionárias. Agora se as concessionárias não estão cumprindo o que consta nos contratos, tem mais é que executar e exigir o encerramento do contrato.

  16. Eita, eita, tem comissionado preocupado que a Dilma possa acabar com a farra do pedágio no Paraná, kkkkkkkkkkkkkk.

  17. Voltei!!! não entendi porque acabar com o pedágio da rodovia que liga Curitiba a Floripa? o valor e razoável, tem que acabar com o pedágio da 277 Curitiba a Paranaguá.

    • O pedagio de Ctba – floripa é barato pq o PT deu de presente a rodovia reformada para a Autopista…

      • Se deu, eles estão mantendo, é uma pista Show de bola com pedágio barato…Lembro que na época o Lerner também deu as pistas reformadas, só que os pedágios são absurdos por aqui…

      • Como você escreve merda, e provável que você não tira o seu rabo de dentro de Curitiba, nem vou entrar em detalhe você não sabe o que esta escrevendo.

  18. Gostaria que de fato que isso acontecesse mais estou pagando para ver.

  19. Isso é mentira, Dilma não pode romper nada sobre pedágio, porque os contratos não foram assinados pelo Gov Federal, Os contratos foram assinados entre o Governo do Estado ( JAIME LERNER ) e as concessionarias. E sao contratos tão Obscuros, que quebram o Estado ( pelas multas ).

  20. O governador falastrão que prometeu baixar ou acabar com o pedágio era outro. O Beto nunca prometeu acabar nem abaixar. Ninguém votou nele enganado.

    • “ninguem votou nele enganado”kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!! Então foram plenamente enganados após ser ele, richa, eleito!!!

    • O BETO RIXA é uma rapo sa rabujentA de maos felpudas!!! é assim q age uma raposa ela chega bemquietinha ñ promete nada. engana os trouxas para ela cuidar od galinheiro!! O BETORIXA/PEPE LEGAL RIXA, SAO AS RAPOSAS!!!

    • Desde que Beto assumiu o governo as tarifas aumentaram triplicaram isto é um absurdo

  21. Esmael e demais e assim continua a “agonia de cada dia” do PSDB “Partido Sem Discurso no Brasil!”
    CHEGA LOGO 2014!

  22. “Não somos contra o pedágio, mas queremos transparência. Os constantes aumentos na tarifa, sem a contrapartida em obras, aumenta o “˜Custo Brasil”™ e diminui muito a competitividade das empresas paranaenses”, critica o presidente da Fiep.

    Só o governo do embuste eleitoral e seus asseclas não veem o que está acontecendo, todos os trabalhadores avulsos portuários, todos agricultores paranaenses, todas as nossa cooperativas… sabem que o governo Dilma está nos protegendo, mas se não tiver apoio do “embuste” BR -101 ficaremos isolados. Os nossos produros agrícolas estão perdendo a competição nos mercados internacionais, as ferroviária do PAC estão se dirigindo aos portos catarinenses, a soja do centro oeste está se dirigindo para embarcar em Suape – Pernambuco – vir para Paranaguá está muito caro ou a Santos também. Esses dois “embustes” eleitoral o BR-101 no Paraná e o Geraldo “maxixo” de São Paulo não estão vendo os acontecimentos que passam pelo seu nariz – se até os bagres das baias de Antonina e Paranaguá sabem disso – o que esses “porras” praticam não é polítca e simplesmente birra de “piá de prédio” e os seus respectivos povo, empresários, trabalhadores….que se “PHODAM”.

  23. $14,60 de Curitiba ao litoral é um absurdo um pouco mais de uma hora de viagem e a pista nem é esta maravilha toda! ABSURDO!
    Se o governo estadual é incopetente o federal tem mais é que intervir! FORA PLAYBOY!

  24. O Desgoverno B.R. não tá nem ai, com eleição do Aecio, ou sua própria re-eleição tarifas do Detran, Lacre de veículos, IMPOSTO PARA POLÍTICOS VIAJAR DE AVIÃO, ou IPVA, associação com as pedageiras, meter a mão nos impostos judiciais via CU
    CRIAÇÃO DA SECRETARIA DE RE-ELEIÇÃO com 400 cabos eleitorais, sobre a batuta do FIEL escudeiro cesar silvestre, E OUTRAS ARTIMANHAS que não chega a publico é um verdadeiro desmonte do estado. R E Q U I ÀO, o Paraná pede socorro.

  25. Pra quem ja esteve em caxias sabe que é uma atitude em beneficio do povo uma praça de pedagio bem na saida de caxias para os municipios vizinhos seria como ter uma praça de pedagio na av das torres perto de são josé e na BR 277 na entrada de curitiba depois da rui barbosa e outra perto do viaduto da marechal o povo ficou isolado, um absurdo, parabens governador do RS, ja aqui no PR nosso governador do DIALOGO só usa o monolo das notas absurdas do traira e da choradeira que é culpa do governo federal, ou conversa pra enrrolar povo como as que ele diz que fez isso,fez aquilo e na verdade não fez nada.

  26. No Paraná, o governo do estado só quer saber de enfiar nosso dinheiro no C.U.

  27. Com todo respeito aos três poderes constituídos de nosso estado, as nossas empresas que exploram os nossos pedágios, são umas verdadeiras quadrilhas organizadíssimas , e altamente prejudicial a economia do estado, muitas empresas
    nem pensam em se estalar por aqui em função disso, alem do que trafegamos nas mais perigosas rodovias do planeta, com índice de acidentes sem igual, as familias
    de falecidos nos últimos 15 anos, recebem algum seguro?
    por aqui o MP, TJ, TC, ALEP, e o governo do estado, mantem um silêncio seprucal, sobre esse assunto.

    • Em tempo, o nosso querido Lerner, quando criou os pedágios, deu-lhes o nome sugestivo de ANEL DE INTEGRAÇÃO, e com promessa de duplicação em cinco anos
      hoje, deveríamos mudar o nome para ANEL DOS ROSSONIS & TRA-I-ANOS, e complementar como as rodovias mais fraternas de Tucanos, e uma campanha para preservação da espécie. o que acham ?

      • Os Demo-TukÂnus entraram com a ENTREGRA$$ÃO e os usuários com o ANEL…DE COURO, ou chibiu; ameixa seca; olhinho de porco…como sempre quiseram eles, os vendilhões da pátria mãe.

  28. E só tocar no tema pedágio na assembléia que o Traiano e o Rossoni ficam ouriçados e nervosos.