1!º de Abril, Dia da Velha Mídia. Parabéns!

A Folha de S. Paulo defendeu, em 1964, o golpe militar; o jornal O Globo também saudou a queda da democracia no país; o jornalista Vladimir Herzog foi uma das milhares de vítimas do regime ditatorial apoiado pela velha mídia.

A Folha de S. Paulo defendeu, em 1964, o golpe militar; o jornal O Globo também saudou a queda da democracia no país; o jornalista Vladimir Herzog foi uma das milhares de vítimas do regime ditatorial apoiado pela velha mídia.

Existe algo mais mentiroso neste país que a imprensa? Nem os políticos, alvos constantes de seus torpes ataques, a supera. Os barões da mídia querem ser mais influentes que os partidos políticos, por isso os detona diariamente em seus jornalões !“ na maioria das vezes recorrendo a mentiras deslavadas, sem comprovação.

O ataque aos partidos políticos, a meu ver, representa ataque à  democracia. Queiramos ou não é o que há de mais civilizado na mediação de conflitos em uma sociedade democrática. Sem as legendas, muito provavelmente, teríamos o mesmo funcionamento das sociedades tribais ou medievais.

A velha imprensa e seus velhos coronéis querem substituir os partidos sem assumir que atuam como partidos. Informalmente se organizam no PIG (Partido da Imprensa Golpista) e no Instituto Millenium. Usam do udenismo (falso moralismo) e da hipocrisia para engabelar os mais tontos.

No Brasil os barões da mídia falam em liberdade de imprensa, mas eles lutam é pela liberdade de empresa; eles negociam e ganham dinheiro (de preferência público) em nome de uma imparcialidade que nunca existiu ou vai existir em uma sociedade dividida em classes; fazem os mais desavisados crerem que sua opinião publicada é a mesma coisa que a opinião pública, embora sejam coisas distintas.

Mas há aqueles que acreditam na isenção!, na imparcialidade!; também há os que acreditam em ETs, discos voadores, boitatá, Saci-Pererê, mula-sem-cabeça…

Enfim, tomo a iniciativa de instituir a partir de hoje o 1!º de Abril, como o Dia Nacional da Velha Mídia. Parabéns!

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O índio mais q”uera e macho desta nação, no século XX foi o Jango.
    Ele preferiu entregar o poder para evitar o derramamento de sangue.
    Graças a altivez deste político a tal da “revolução de 31 de março” não necessitou disparar um único tiro.
    Já a manutenção do poder pelos militares foi outra coisa.
    Faltou homens de verdade nas forças armadas para tratarem dos ideais da população.

  2. Milhares de vítimas???
    Na argentina, chile e uruguai, houveram milhares de vítimas. No Brasil mal passou de uma centena.

    • Se fosse uma única vitima já teria sido muito…A vida é uma dádiva e nenhum doente de poder teve, tem ou terá o direito de tira-lá. A vida de muita gente acabou quando a vida das pessoas que amam foi tirada de forma arbitrária..
      A violência sempre é algo que não se pode justificar….

  3. Parabéns para os direitistas saudosistas, de plantão!!! Quem sabe um dia conseguirão um novo golpe, hoje não conseguirão apoio das Forças Armadas, então como o farão???

  4. “O ataque a partidos politicos” Como se o sr. Esmael não ataque sistematicamente o PSDB, diariamente… O que é isso companheiro???? O sr. sita o tal de PIG e o sr é o PIA ( partido imprensa alienada)

  5. Serem mais influentes do que os partidos políticos?? Que partido hoje tem moral para falar sobre qualquer coisa. Nossos partidos são verdadeiras gangues organizadas para roubar o dinheiro público. Você vota num senador e quem exerce é um suplente. Você vota num deputado e elege outro que vc jamais votaria, por conta do famigerado quociente eleitoral. Prefiro a imprensa livre com seus defeitos.

  6. Copiando:
    “Fundador do Wikileaks, Julian Assange diz que um dos grandes problemas do Brasil e da América Latina é a concentração da mídia – No Brasil, seis famílias controlam 70% da informação”.

    E é a pura verdade, as oligarquias cosntruíram a MÍDIA PODRE, é preciso regulamentar as concessões de rádio e TV e combater a concentração dos meios de comunicação na mão de poucos.
    Temos a INTERNET, mas a solução está em EDUCAR O POVO, de verdade. Pessoas cultas vão buscar informações de melhor qualidade, aí a MÍDIA forçosamente terá que buscar atender esse novo público mais exigente para se manter viva. É a melhor maneira de acabar com o besterol e o disse-não-disse.

  7. Não só a velha mídia, mais a nova também é uma mentirosa. E alguns blogs que deixaram de ser imparcial e começaram a ser tendenciosos para algumas causas, a mídia nunca vai mudar, sempre vão ser mentirosos de carteirinhas.

  8. Infelizmente, Sr. Esmael, a “nova” mídia, segue o mesmo caminho, utilizando os meios virtuais, para de forma PARCIAL, sem analise mais aprofundada do que postam, atacarem pessoas, empresas, Governos. Há aqueles que Defendem o atual modelo e outros “colegas”que atacam sem dó,sem se aprofundar no assunto, E publicam em seus Blogs… Apenas manchetes sensacionalistas.

    • Meus futuros filhos (ou talvez apenas os netos) vão ficar estarrecidos com o que acontece hoje… Parte da mídia, por intere$$e$ e$cu$o$, defendendo a corrupção mensaleira e outras podridões governamentais!

      PODE ISSO???