“Eu quero derrotar o Alvaro Dias no Senado”, diz André Vargas, vice-presidente da Câmara

Richa agora admite Alvaro disputando o Senado pelo PSDB

Petista André Vargas, vice-presidente da Câmara, pôs na cabeça que vai tirar a vaga do senador tucano Alvaro Dias.

Petista André Vargas, vice-presidente da Câmara, pôs na cabeça que vai tirar a vaga do senador tucano Alvaro Dias.

O deputado Valdir Rossoni, presidente da Assembleia Legislativa e do PSDB do Paraná, admitiu pela primeira vez, nesta semana, que o senador Alvaro Dias tem garantida a legenda para renovar o mandato.

Desde outubro de 2012, Alvaro e os tucanos paranaenses vinham se bicando publicamente. O senador chegou a dizer à  imprensa que Beto Richa fazia do governo um “balcão de negócios”. Em retaliação, Rossoni ameaçou sair candidato ao Senado.

Pelo andar da carruagem, Richa e Rossoni acertaram os ponteiros no ninho ao admitir apoiar Alvaro. Se não o fizeram, possivelmente, estão em vias de.

E o ex-senador Osmar Dias, do PDT, vai encarar o próprio irmão na disputa pelo Senado? O mundo político aposta que não.

“Se o Osmar não puder, eu me coloco à  disposição. Eu quero derrotar o Alvaro”, disse o deputado federal André Vargas (PT), recém-eleito vice-presidente da Câmara.

Vargas diz que está disposto a trocar a Câmara pelo Senado.

Comentários encerrados.