“Cheguei no poder e agora estou podendo” canta Tiririca; veja o vídeo

do G1 Brasília e do Estadão

Eleito deputado federal com uma votação recorde em 2010, o palhaço Tiririca (PR-SP) gravou um CD no qual conta sua experiência como parlamentar. Intitulado Tiririca !“ Direto de Brasília!, o disco tem 13 faixas, das quais uma se chama Estou no Poder!.

Segundo o deputado, a música é um “desabafo” em razão das críticas que recebeu ao ser eleito, motivadas, especialmente, por acusações de que era analfabeto. O parlamentar correu o risco de não tomar posse por conta de denúncias de que ele não sabia ler nem escrever.

Um dos trechos da música diz que muitas pessoas fizeram fofocas!, afirmando que ele não sabia ler.

Eu cheguei no poder; todo mundo está vendo; eu cheguei no poder e agora estou podendo; me criticaram bastante, disseram que eu não sabia ler; fizeram muitas fofocas, que eu não sabia escrever; fiz o teste, passei e todo mundo viu; e os que me criticaram vão para…!, canta Tiririca na música.

O álbum é o sexto CD de Tiririca, artista que ficou famoso no país inteiro com o hit Florentina!. Segundo o deputado, a maioria das músicas do novo disco é de sua autoria.

Nesta terça (26), Tiririca foi tema de reportagem publicada na versão online do jornal Financial Times!, um dos periódicos mais prestigiados do mundo.

Com o título de Palhaço político do Brasil perde seu sorriso!, a reportagem resgatou a trajetória do humorista brasileiro e sua imersão no cenário político, nos últimos dois anos.

Segundo a publicação, Tiririca se decepcionou com a política e, desde que foi eleito, perdeu seu sorriso!. O palhaço que virou deputado com 1,3 milhão de votos afirmou ao diário inglês que não pretende disputar a reeleição no ano que vem.

Na manhã desta terça, Tiririca visitou o comitê de imprensa da Câmara dos Deputados. Na conversa com os jornalistas, ele brincou, contou piadas e dançou ao ritmo de sua nova música.

Apesar de ter decidido deixar a vida política assim que concluir o mandato, o deputado do PR afirmou que guardará boas memórias da experiência no Congresso Nacional.

Isso aqui é uma experiência para mim muito bacana. Saindo daqui (da Câmara), jamais vou falar alguma coisa de mal ou ruim dos colegas deputados. Eu não vou brincar. Material até tem aqui dentro se você quiser fazer humor. Foi uma experiência boa, legal!, contou o parlamentar.

Tiririca disse que nunca sofreu discriminação ou preconceito dos congressistas. “Pelo contrário”, afirmou. De acordo com o humorista, ele, inclusive, é assediado pelos colegas de Legislativo. Ele contou que já deu autógrafos para deputados, filhos de parlamentares e assessores.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to mention I’m newbie to blogging and site-building and absolutely loved this web page. More than likely I’m want to bookmark your website . You absolutely come with perfect articles and reviews. Thanks for sharing your web page.

  2. Que ” maravalha ” !

    Depois dizem que somos preconceituosos…

  3. Naõ se preocupe Mario, o Brasil esta cheio de palhaços na fila querendo uma boquinha, sempre vai ter um palhaço eleito.Esse pais não vai pra frente enquanto o povo não mudar. Esse é o pais do BBB. já começa por ai…

  4. De “palhaço político” à “político palhaço”, parece que se deu conta dos riscos inerentes ao cargo parlamentar. Talvez, lúcido, tenha preferido ser o que sempre foi, só palhaço. Mas o que esperar dos 1,3 milhões de eleitores que votaram nele? será que ficarão a espera de mais outro engraçadinho?