Richa recua e adere ao plano de Dilma para reduzir a tarifa de energia

Beto Richa (PSDB).

Beto Richa (PSDB).

O governador Beto Richa (PSDB), em seu perfil do Facebook, disse que nesta quarta-feira (23), três horas antes do pronunciamento que a presidenta Dilma Rousseff (PT) fará em cadeia de rádio e tevê, que o Paraná assinou pacto de renovação da concessão de transmissão e que a Copel também reduzirá as tarifas de energia a partir de fevereiro.

“As tarifas da Copel serão reduzidas. O Paraná contribuiu para esta redução quando a Copel renovou sua concessão de transmissão”, informou o tucano, que vinha, ao lado dos governadores de São Paulo (Geraldo Alckmin) e de Minas Gerais (Antônio Anastásia) oferecendo resistência à  redução das tarifas em todo o país.

Dilma anunciará daqui a pouco, à s 20h30, em cadeia nacional, que a redução no preço da energia para os consumidores brasileiros deve ser de até 18% para as residências e de até 32% para as indústrias.

O governo federal estabeleceu novas regras para os contratos que venceriam até 2015, que foram renovados em 2013, mas com menor remuneração para as empresas porque suas usinas já foram amortizadas (pagas). A transmissão é o setor da Copel que faz o transporte da energia elétrica, ainda em alta tensão, das usinas para as subestações que alimentam as cidades.

Comentários encerrados.