Salários no Brasil crescem mais que o dobro da média mundial

via portal Vermelho

Os salários no Brasil cresceram, em 2011, mais que o dobro da média mundial, de acordo com um estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicado nesta sexta-feira (7). Os salários dos brasileiros tiveram um aumento médio real (descontada a inflação) de 2,7% no ano passado, enquanto globalmente o crescimento foi de apenas 1,2%. Isso também havia acontecido em 2010, quando o salário médio cresceu 2,1% no planeta e 3,8% no país.

Se a China for retirada dos cálculos, os salários médios reais cresceram apenas 0,2% mundialmente, afirma o relatório. A organização ressalta que os dados oficiais sobre os salários na China em 2011 ainda não estão disponíveis e que os cálculos foram feitos com base na taxa de crescimento médio salarial anual na China, que tem sido de 12% nos últimos anos.

Em 2010, os salários reais no Brasil – que registraram aumento de 3,8% – já haviam crescido bem mais do que a média mundial, de 2,1%. Segundo a OIT, os salários globais têm aumentado nos últimos quatro anos (no período de 2008 a 2011) a um ritmo bem mais fraco do registrado antes da crise iniciada em 2008.

Em 2007, o crescimento mundial dos salários havia sido de 3% (no Brasil ele foi de 3,2%).
Impacto desigual

”Esse relatório mostra claramente que a crise teve em inúmeros países um impacto importante sobre os salários”, afirma o diretor-geral da OIT, Guy Ryder. ”No entanto, esse impacto não foi uniforme”, acrescenta.

O estudo revela que existem fortes disparidades regionais: enquanto nas economias desenvolvidas os salários mensais sofreram contração em 2008 e também 2011 (diminuição de 0,5%) em razão da diminuição de horas extras e do aumento de empregos precários, com jornadas de meio período, na América Latina e sobretudo na àsia houve crescimento contínuo nesse período pós-crise.

O relatório Salários Mundiais 2012/2013 da OIT ressalta que os dados positivos dos salários na América Latina ”são fortemente influenciadas por países como o Brasil”.

A OIT analisou o desempenho da evolução dos salários na América Latina no período de 2006 a 2011 e constatou que vários países da região, sobretudo na América Central e no Caribe, tiveram uma degradação em 2008 e 2010.

”Em 2008, os salários reais sofreram contração em dez dos 14 países da América Latina analisados. Em 2010, isso ocorreu em seis países”, diz o estudo. No Brasil, o aumento foi de 3,4% em 2008.

O relatório também revela que em pouco mais de uma década, entre 2000 e 2011, os salários médios reais aumentaram 22,8% em nível mundial.

Com a BBC

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Como a imprensa é cretina. E os preços das mercadorias nos supermercados ?
    800 reais é salário ? Veja nas agencias de empregos os salários ofertados.
    Há anos atrás um digitador ganhava, inicial, algo em torno de 1500 reais. Hoje se ganhar 800 tá bom. Um operador de computador tinha um salário inicial em torno de 2200/2500, hoje se ganhar 900/1000 sai fazendo festa.
    Pode ser que a massa cresceu graças as gentilezas feitas pelo governinho petista com os funcionários públicos – 12 mil… 15 mil… 25 mil…
    A imprensa é cega, conivente ou burra ?

  2. Olá, gostei de seus textos, gostaria que vc postasse algo sobre a situação política de Beti Pavin em Colombo (que para a população está bem confusa) e dos vereadores que perderão seus cargos (cadeiras que possivelmente diminuirão de 20 para 13).
    Obrigada