Ex-porta-voz de Lula crava: ele está, sim, voltando

do Brasil 247

Artigo de André Singer destaca o retorno do ex-presidente Lula ao jogo eleitoral, anunciado no discurso do cabalístico 12/12/12 em Paris; em diversos trechos, Lula falou como se ainda fosse presidente ou pretendesse voltar a sê-lo.

Artigo de André Singer destaca o retorno do ex-presidente Lula ao jogo eleitoral, anunciado no discurso do cabalístico 12/12/12 em Paris; em diversos trechos, Lula falou como se ainda fosse presidente ou pretendesse voltar a sê-lo.

Porta-voz de Lula em seu primeiro mandato, o jornalista e cientista político André Singer aposta: o ex-presidente está voltando. E anunciou o retorno no discurso feito em Paris, no cabalístico 12/12/12. A fala, segundo Singer, lembraria a célebre entrevista de Getúlio Vargas a Samuel Wainer, em que o “pai dos pobres” anunciou: “Eu voltarei”.

Singer pinçou vários trechos da fala em que Lula falou como se ainda fosse presidente ou pretendesse voltar a sê-lo. Como, por exemplo, quando falou do “meu ministro da Economia” ou quando sugeriu novos encontros de presidentes, incluindo-se no grupo.

Outro ponto relevante do discurso, segundo Singer, foi a crítica aos banqueiros, que, segundo se comenta no círculo lulista, tem endereço certo no Brasil (leia mais aqui). Abaixo, o artigo se Singer na Folha deste sábado:

Voltei

André Singer

O discurso de Lula anteontem em Paris deve ser lido com atenção. Não só porque foi mencionada a chance de nova candidatura, o que lhe dá sabor histórico. Quiçá, no futuro, o cabalístico 12/12/12 fique como o dia da célebre entrevista em que Getúlio anunciou a Wainer: “Eu voltarei”.

Para os que buscam sinais, aliás, convém anotar outras passagens. A certa altura, o antigo mandatário deixa escapar: “Se é verdade o número que o meu ministro da Economia falou na hora do almoço…”. Adiante, afirma aguardar que “a gente consiga fazer um acordo mais razoável” na conferência do clima prevista para se dar em Paris em 2015. Já quase ao final, solta o seguinte: “Espero que os presidentes das Repúblicas não se reúnam mais para discutir crise. Nós temos que discutir soluções”.

Os indícios esotéricos espalhados em uma hora e 20 minutos de duração não constituem, contudo, os elementos centrais do pronunciamento. Se o ex-metalúrgico será ou não candidato em 2014, depende de fatores cujo controle escapa a qualquer um. Interessa a disposição atual do personagem e, acima de tudo, o programa com que sobe ao palanque.

O orador fez, com voz firme, diagnóstico amplo da crise econômica mundial e dos consequentes desafios postos aos homens e mulheres de Estado no início do século 21. Os ouvintes que se deixarem levar pela forma -a aparência simples dos enunciados- perderão a abrangência do raciocínio, concorde-se com ele ou não.

Para Lula, os impasses chegaram a tal ponto que ou a política reassume o comando para preservar os avanços obtidos depois da Segunda Guerra Mundial ou caminharemos para o pior. Comparando a situação europeia -epicentro de processo regressivo mais geral- a um paciente com a perna já amputada, disse que “se demorar mais um pouco, poderá morrer”.

Mas diante de quadro tão grave, o que impede os Estados de agirem para interromper a gangrena, salvando o bem-estar social e devolvendo perspectivas de desenvolvimento para o conjunto da humanidade? Quem são os tão poderosos inimigos da raça humana? Aí a surpresa. Refratário, em condições normais, a nomear adversários, o ex-presidente, nas derradeiras frases, decidiu colocar pingos nos “is”. “Essa crise é da responsabilidade de pessoas que nós nem conhecemos porque, quando o político é denunciado, a cara dele sai de manhã, de tarde e de noite no jornal. Vocês já viram a cara de algum banqueiro no jornal?”

Acaso fosse necessária indicação adicional sobre como, na visão de Lula, estariam relacionadas a esfera global e as acusações de corrupção no Brasil, fez questão de arrematar: rosto de banqueiro não aparece “porque é ele que paga a propaganda”.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A tucanadas do DEMO. Arrumarao até uma amante pro homem!!!Ué? Porq estao quiétinhos agora?? Heheheheheheheheh, a estoria da Noronha ser amante do LULA ñ colou!!!Né? Eta tucanadas do DEMO!!! VA DERRETO!!!

  2. Caro “contraponto”: a Ministra Carmem Lúcia tem demonstrado ser uma pessoa inteligente, e que não se deixa levar por esse neolacerdismo que assola o Brasil. E, diga-se de passagem, qualquer um que tenha um mínimo de cérebro duvidaria do Marcos Valério.

  3. “Pai dos pobres”…
    Como dinheiro que ele roubou dos aposentados é fácil. E a sucessora ainda rouba. Disse que não quer o fim do Fator Previdenciário e neste ano deu aumento menor que a inflação a quem ganha mais de um mínimo.
    Mas eu tenho duas perguntas a fazer para o Lula e gostaria que este blogueiro, como defensor dele, fizesse:
    Primeiro quero esclarecer que o desprezo que sinto por Lula, Dilma, Marco Maia, e o PT de um modo geral, é o mesmo que sinto por FHC.
    Gostaria de saber se o blogueiro já leu os livros HISTÓRIAS SOBRE CORRUPÇÃO E GANÂNCIA (o qual não se acha mais nos sites das livrarias), do CORAJOSO Jornalista Wilson J. Gasino ?
    E o livro Privataria Tucana que tanto a imprensa anti-PIG recomenda ?
    O primeiro é uma descrição completa de como o Banestado foi arruinado pela gangue do ex-governador que o venDEU ao Itaú, conforme investigações feitas pela PF, MP e outros órgãos e que geraram a CPI do Banestado.
    No total, considerando-se todas as falcatruas paralelas, foram desviados 19 BILHÕES.
    O governo da época emprestou do governo Federal 5,6 bilhões para “sanear’ o Banestado e o venDEU para o Itaú por 1,568 bilhões. Prejuízo para o povo do Paraná de 4 bilhões e caquerada…
    Este empréstimo gerou uma prestação mensal de 52 milhões, corrigidas, que será paga até 2029. Isto foi mais ou menos em 1998.
    Com esta prestação, daria para construir umas 4 mil casas populares e uns 5 hospitais, conforme custos da época.
    Já o livro Provataria Tucana muitos conhecem…
    Fiz esta descrição porque em ambos os casos o ‘santo e puro’ Lula é citado.
    Veja bem, os dois jornalistas não têm nenhuma opção política e não torcem como torcedor de time.
    Wilson Gasino mostra que a CPI estava investigando a lavagem de dinheiro (contas CC5) nos EUA com o delegado Castilho e o perito Renato Barbosa, ambos da PF.
    Segundo o autor (com base em docs da CPI) os dois trabalharam com afinco e foram fundamentais para desvendar a lavagem de dinheiro – houve coperação internacional com quebra de sigilos das contas nos EUA.
    Escrevo extamente como está escrito no livro: Como “prêmio”, o governo federal, já na gestão do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cortou as diárias dos dois em Nova Iorque, retirando-os das investigações e colocou-os na geladeira.
    No outro caso, o autor do livro Privataria Tucana, deu uma entrevista quando veio lançar seu livro em Curitiba, em que conta da guerra interna do PT por cargos antes mesmo da Dilma ganhar as eleições.
    Mas o mais grave é quando ele fala que a CPI do Banestado (a mesma que o Gasino escreveu o livro) só foi parada após chegar perto de PETISTAS, quando então foi feito um acordão.
    Vejam a entrevista no link abaixo
    http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?id=1214839

    PRIVATIZAÇÕES DE FHC
    “A sociedade quer a abertura desta CPI”
    Amaury Ribeiro Jr., jornalista.

    Então a pergunta ao Lula:
    Por que a CPI do Banestado, que teve como relator o deputado José Mentor, petista, foi abortada por estes dois atos governistas ?
    A CPI do Banestado é a mais importante CPI já feita nesta País. Nela aparecem vários políticos de vários partidos.
    Foram 19 BILHÕES, muito mais que mensalão, pasta rosa, Rose ou corrupção da Copa 2014.
    Fui petista. Fui enganado por estes como fui por Lerner, Cássio, FHC e outros.
    Por que o PT acabou com a CPI do Banestado ?
    Aconselho a quem quiser saber o que foi este roubo, que envie cartas ou ligue à Feller Editoração e peça o livro. Ele é demais. E assim vocês conhecerão o grande esquema montado por políticos, principalmente Lerner, para destruir um banco e endividar um povo.
    (41) 9914-1848 ou http://www.fellereditora.com.br.
    Estes dados são de 2006, quando o livro foi lançado.
    Mas não sei não, acho que os corruptos citados no livro (com base no relatório das investigações da CPI) compraram todas as publicações e edições.
    Vale a pena. Você verá que não vale a pena acreditar em políticos quer se fazem passar por honestos ou que não sabem de nada.
    Se o Lula me esclarecer os casos levantados por Amaury Ribeiro JR e por Wilson J Gasino, eu volto a acreditar nele.
    Caso contrário, ele e o M Valério são iguais, mentirosos.

  4. Eu li uma noticia num jornal de mariga ,e no correio do povo tambem: que a ministra carmem lucia não esta acreditando no marcos valerio. noutra ela chegou a dizer que fica com um pé atraz..para um bom entendedor ,significa que as denuncias não vão levar em nada!

  5. Bom retorno ao Lula. E ao FHC também. Aliás, o Leão do PNBC e da Meritocracia Eleitoral tem um encontro histórico marcado com ambos em 2014. “ Na verdade, verdadeira, a nosso ver, hoje, no Brasil, no âmbito da política nacional, temos apenas três protagonistas políticos relevantes, à altura do ringue político nacional em 2014, a saber: Lula (PTMDB-agregados, situação), FHC (PSDEMB-agregados, oposição), ambos no mesmo segmento do velho continuismo da mesmice, das velhas heranças malditas, da velha ditadura militar, pró-establishment. E doutro lado, em contraponto aos mesmos, no segmento do rompimento com o velho establishment, temos apenas o HoMeM do Mapa da Mina, do bem comum do povo brasileiro, com pinta de Estadista de verdade, inédito, Fato Novo de Verdade, que nos propõe o PNBC e a Meritocracia Eleitoral, o Novo Caminho para o Novo Brasil de Verdade. O resto, que nos desculpem a franqueza, nos parece coco de galinha do velho continuismo da mesmice, em termos de significado Político de alta relevância, grande impacto e consequências importantes. Aliás, enquanto aviso de antemão aos navegantes, o HoMeM falou: “˜gosto do Lula e do FHC, e se tiver que enfrentá-los em 2014 prefiro que os dois subam juntos ao ringue, do mesmo lado, porque assim ficará mais fácil para o Leão derrubar as duas raposas felpudas, e o detrito da velha ditadura militar, continuistas da mesmice, com apenas duas porradas democráticas, o PNBC e a Meritocracia Eleitoral. “

  6. A tucanada piraaaaaaaaaaaa

  7. Ex-presidente LULA, será eleito ao governo do Estado de São Paulo. Somente em 2015, será candidato a Presidente, se quiser…! Ahí a nossa Presidenta, poderá ser SENADORA. É O QUE JULGO QUE ACONTECERÁ…!