Alvaro Dias lança candidatura de FHC para 2014, mas já entra no aquecimento

Alvaro Dias (PSDB).
O senador paranaense Alvaro Dias (PSDB) faz política com um olho no peixe e outro gato. O tucano, que a priori pensa reeleger-se pelo Paraná, também não descarta a hipótese de mudar seu domicílio eleitoral para Brasília ou Rio de Janeiro, onde o PSDB carece de projeto para 2014.

Até o jacaré do tradicional Parque Barigui, em Curitiba, sabe das dificuldades que Alvaro tem em garantir a legenda para renovar o mandato pelo seu estado. O mando do partido pertence ao governador Beto Richa (PSDB), que tem outras pretensões em relação à  única vaga em disputa para o Senado em 2014.

Diante desse quadro incerto na terra das araucárias, o senador tucano começa mirar num outro alvo: a presidência da República. Para despistar as atenções no ninho, Alvaro diz que Fernando Henrique Cardoso não é carta fora do baralho para a sucessão presidencial. Em 2014, o ex-presidente terá 83 anos.

O Fernando Henrique é o líder político do PSDB, um patrimônio do partido. Seria um nome se ele assim desejasse. Tudo depende dele!, diz o tucano, em nota registrada na coluna Poder Online.

Se FHC refugar, quem assumiria o papel de anti-Dilma? José Serra, Aécio Neves? Quem sabe, talvez, o próprio Alvaro Dias se escale, pois ele nunca escondeu de ninguém esse sonho.

Comments are closed.