Ratinho Jr: “Liderança no Datafolha expressa sentimento de mudança”

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, comenta sua liderança (32%) no Datafolha divulgado esta noite pela RPC TV:

“Agora, na reta final da campanha, a gente percebe um sentimento cada vez maior de entusiasmo nas pessoas. Elas estão numa expectativa de uma renovação positiva para a cidade. E a nossa candidatura representa isso. Uma mudança segura e positiva. Garantindo todas as conquistas dos últimos 40 anos e planejando a capital paranaense para o futuro. Estou muito contente e honrado pelo primeiro lugar nas pesquisas e com esse grande apoio da população. Vemos que a pessoas estão se sentindo incluídas no nosso projeto para a cidade”, disse Ratinho Junior.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Impressionante como o poder da mídia influencia totalmente nas pessoas… a alguns anos atrás ninguem conhecia o candidato ratinho jr, na êpoca deputado, depois que se lançou candidato a prefeito e seu pai começou a atuar em sua candidatura, ele disparou nas intenções de votos, Ratinho pai é muito amado e bem visto para a população, pena que a realidade não seja assim.

  2. Segundo turno eu quero ver sangue! Ducci e Fruet e uma lavada do Fruet na cara do prefeito!

  3. O segundo turno sera entre o camundongo filhote e o frutyly.
    Voce é meio fraco para analisar a real situação.
    Abraço e juizo.

  4. Como pode??? Curitibano diz que não vota em PT, mas, vota em Ratinho!!! Fruet teve seu trabalho reconhecido nacionalmente, sempre presente nas questões mais importantes do país, e preferem votar me um gazeteiro, um dos 10 mais faltosos do congresso!!! Parabéns Curitiba!!!

  5. NO SEGUNDO TURNO O RATINHO VAI CONTAR COM APOIO DO GUSTAVO FRUET E GOVERNO FEDERAL.INCLUSIVE O LULA DECLAROU QUE APOIA RATINHO,
    BRIGA DE TITÃS.

  6. O sentimento de mudança é unanimidade entre os eleitores conscientes que exercem sua cidadania.