Prefeito de Londrina deixa o PSC para não ser expulso

por Lucas Emanuel Andrade, via Folha de Londrina

José Joaquim Ribeiro (PSC).

O prefeito de Londrina José Joaquim Ribeiro pediu sua desfiliação do Partido Social Cristão (PSC). A solicitação foi feita em uma carta entregue na quinta-feira ao vice-presidente da legenda, o secretário municipal de Obras, Marcello Teodoro, que agora assume o comando da sigla.

Teodoro disse que a Executiva do PSC já iria formalizar o pedido de expulsão do prefeito, mas que Ribeiro preferiu se antecipar e anunciar a saída. Ele adiantou que o ex-secretário de Fazenda Lindomar dos Santos, que também é filiado ao PSC, deve ser expulso caso não tome a mesma atitude do prefeito.

Na última segunda-feira, em depoimento ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público (MP) estadual, o prefeito de Londrina admitiu ter recebido R$ 150 mil de propina de empresários envolvidos num suposto esquema de fraude de licitação para fornecimento de uniformes escolares. Conforme o depoimento de Ribeiro, o dinheiro teria sido dividido em três partes de R$ 50 mil, destinadas a ele, a Lindomar e ao ex-prefeito Barbosa Neto (PDT).

Na investigação, o Gaeco enviou ao Ministério Público pedido para que 14 pessoas envolvidas na suposta fraude sejam indiciadas pelo crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, peculato e corrupção.

Agora presidente do PSC, Marcello Teodoro revelou que a confissão de Ribeiro pegou todos do partido de surpresa. ”Não esperávamos por isso.” Apesar disso, ele garantiu que permanece no cargo de secretário. ”Não muda em nada, porque nosso compromisso continua sendo com a cidade.”

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O PSC é Partido do Ratinho! Que Beleza!

  2. O Jornal de Londrina deste domingo informa, em matéria subscrita pelo repórter Daniel Costa, que a ACIL (Associação Comercial e Industrial de Londrina) e a OAB local (Ordem dos Advogados do Brasil) se movimentam para pedir a renúncia do prefeito tampão José Joaquim Ribeiro (PSC), por haver confessado que recebeu propina de empresários. Apesar de envolver negativamente o ex-prefeito Barbosa Neto, como se a sua cassação pela Câmara de Vereadores não tivesse passado de um golpe eleitoreiro dos mais deprimentes, duas verdades saltam aos olhos nessa notícia: 1. A ACIL e OAB não se envolveram nas conspirações contra Barbosa; 2. O Deus GAECO cometeu mais uma de suas ilicitudes.

    Para conferir, acessem http://www.jornaldelondrina.com.br/online/conteudo.phtml?tl=1&id=1295082&tit=Ribeiro-esta-liquidado-politicamente-diz-OAB

    Em tempo: 1. Lamentável a forma como esses investigadores e os jornalões trabalharam a repercussão do envolvimento de Ribeiro, quando apenas informaram que o caso havia subido para o Tribunal de Justiça porque as investigações haviam chegado “em alguém com direito a foro privilegiado”; 2. Contra a honra de Barbosa Neto lançaram as mais absurdas ilações que acabaram tirando-lhe o legítimo mandato conquistado nas urnas e não descansam para prejudicá-lo no curso da atual campanha, temendo que retorne legitimado pelo voto livre dos londrinenses.

  3. Londrina é fogo. Os prefeitos não acertam uma nessa gestão.

  4. SE FOR TUCANO :TODOS SERÃO DEPLOMADOS!

  5. Esta é a turma do Ratinho Jr.O interesse não é no bem da cidade e de sua popuação e sim nos interesses próprios, isto está bem claro.Agora vai do povo de Curitiba se conscientizar e procurar qual melhor opção para CURITIBA.