Ministério Público quer retorno imediato de aulas na UFPR

via BandNews FM

UFPR em greve. Foto: blog Circulando por Curitiba.
O Ministério Público Federal no Paraná vai entrar com uma ação civil pública hoje para pedir o retorno imediato das aulas na Universidade Federal do Paraná. A ação é contra a UFPR, o Sindicato Nacional dos Docentes em Ensino Superior, a Andes, e a Associação dos Professores da instituição.

A paralisação já dura 119 dias e é a maior da história da UFPR. O MPF considera que a greve é abusiva e que os estudantes estão em uma situação muito complicada porque se as atividades não forem retomadas nos próximos dias, não haverá tempo para repor todas as aulas perdidas.

Amanhã à  tarde a Associação que representa os professores da UFPR vai fazer uma assembleia para decidir se mantém ou suspendem a paralisação. Eles pedem um aumento salarial de 22%, mas o governo federal ofereceu apenas 15,8% em parcelas até 2015.

Comments are closed.