Professores do PR aprovam indicativo de greve a partir de 23 de agosto

Professores das universidades estaduais ameaçam parar dia 23 de agosto.

Os professores das instituições estaduais de ensino superior do Paraná deverão cruzar os braços a partir do próximo dia 23 de agosto, em greve por tempo indeterminado, se o governo Beto Richa (PSDB) não cumprir uma extensa pauta de reivindicação da categoria.

A definição pela greve ocorreu na tarde desta quarta-feira (8) em assembleia dos mestres.

Os professores manifestaram indignação com o não cumprimento da equiparação salarial com os técnicos administrativos, anunciada em março deste ano pelo executivo. O indicativo de greve foi aprovado na assembleia por unanimidade.

Os professores ratificaram a paralisação das aulas do dia 16 de agosto como forma de advertir o governo do estado que a única maneira de evitar a greve é o envio do projeto da equiparação salarial à  Assembleia Legislativa, a aprovação pelos deputados e a publicação do reajuste no Diário Oficial do governo.

Na manhã do dia 16 os professores se reunirão em assembleia que deverá aprovar a deflagração de greve por tempo indeterminado a partir do dia 23 de agosto.

Comentários encerrados.