Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Em editorial, jornal Gazeta do Povo propõe violência contra a Síria

Charge de Latuff – Opera Mundi.

O jornal curitibano Gazeta do Povo está batendo pino faz algum tempo. Veja se eu não tenho um pingo de razão, caro leitor.

No mês passado, o jornalão saiu em defesa do golpe de Estado no Paraguai reclamando em editorial da rapidez das sanções políticas, impostas pelos membros do Mercosul e da Unasul, que suspenderam o Paraguai desses organismo. Segundo a opinião do jornal, “os países que condenaram o golpe “abusaram da cláusula democrática” (sic) ao punir os golpistas!.

Não é que a Gazeta do Povo aprontou outra vez hoje?

Em novo editorial, o jornal que em tese defende a paz — através da campanha Paz Sem Voz é Medo — propõe a violência física para a solução do problema sírio ao dizer que o caminho mais seguro é dar condições para que os próprios sírios derrotem Assad, com o fornecimento de recursos, armas e equipamentos aos rebeldes!.

à‰ mole ou quer mais?

Aqui em Curitiba não pode violência, mas na Síria, no Oriente Médio, pode descer a bala, pode matar a vontade porque está longe mesmo!

Santa hipocrisia, meu Deus!

à‰ a primeira vez que se vê em pleno século XXI uma imprensa belicista no país. “Coisa de loco”.

Reiteradas vezes, a presidenta Dilma Rousseff vem propondo uma solução diplomática na Síria.

Comentários desativados.