Guerra de números em Curitiba

Os nervos dos candidatos à  prefeitura de Curitiba estão à  flor da pele. O grau de ansiedade dos principais nomes na disputa pode ser medido pela guerra de números disparados a partir dos respectivos comitês.

Todo mundo quer estar liderando as pesquisas de intenção de votos. Prova disso cada qual tem as suas próprias sondagens diárias.

Hoje, por exemplo, este blogueiro se defrontou com três pesquisas não registradas (nesses casos, a divulgação dos números é vetada pela Justiça Eleitoral sob pena de pesadas multas).

Para fechar a soma dos índices conquistados pelos candidatos seriam necessários cerca de 3,5 milhões de eleitores na capital, ou seja, mais de três vezes os 1,1 milhão registrados no TRE.

O nervosismo mexe com os comitês, mas o eleitorado ainda não tomou conhecimento das eleições. Isto ocorrerá somente com o início do horário eleitoral no rádio e na tevê, quando até as novelas são interrompidas para se discutir política.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. o Ducci jah começou hj tbm a dizer q ta na frente de todo mundo e que o único q vai atrapalhar é o Greca… E nem o próprio partido do Greca apoia ele.. E laiá. Eu acho que não dá pra levar a sério nem um desses dois caras

  2. Manobras pra manipular o eleitorado nunca faltam.Vamos ficar de olho nessa eleição.

  3. Vai começar a brincadeira! O povo curitibano não é bobo e logo vai perceber quem manipula qual resultado. Vou acompanhar atentamente todas as pesquisas!