Pesquisa vai definir candidato em Foz do Iguaçu, diz Mac Donald

Paulo Mac Donald.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald (PDT), afirmou ao blog nesta quarta-feira (8) que uma pesquisa de opinião vai definir o perfil do candidato à  sua sucessão em outubro. De acordo com o pedetista, o estudo deverá ficar pronto entre os dias 15 e 20 de maio.

A pesquisa a que se refere o prefeito iguaçuense está a cargo do jornalista Beto Almeida.

Mac Donald disse que o candidato que sairá do grupo reúne 12 partidos políticos, o que representará de 70 a 80% do tempo de tevê no horário eleitoral gratuito.

“Vamos lançar uma campanha denominada ‘Foz forte e Unida’, que vai indicar o prefeito, o vice e o futuro presidente da Câmara Municipal”, revelou.

A intenção do blocão — por enquanto formado pelo PDT, PMDB, PCdoB, PP, PPS, PT, PR, PP, PSC, PTN, PSD e PMN — é sondar os seguintes pré-candidatos: Sérgio Betrame (PMDB), Chico Brasileiro (PCdoB), Gilmar Piolla (PT), Fernando Giacobo (PR), Osni Machado (PPS), Nancy Rafagnin (PDT) e Ruberlei Santiago (PP).

“Outros nomes ainda poderão surgir nessa lista”, avisou Mac Donald, que puxou para a si a tarefa de escolher o candidato do grupo à  sua sucessão.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Como administrador o Paulo até que fez. Ele não resolveu o problema, mas temos de admitir que ele deu uma retocada na saúde, mesmo com limitado apoio dos governos de Requião e Beto Richa. Na educação a marca está registrada não só pelos centros de convivência, mas pelos índices positivos alcançados.

    Politicamente esse homem é um desastre e desastrou outras pessoas, inclusive vereadores de sua base de apoio, prejudicados por passarem o tempo todo defendendo-o. Não soube conduzir políticas de valorização dos servidores. Antes, fez ao contrário, pois privilegiou um grupo de servidores próximo e ignorou os professores.

    Agora, logo ele querendo conduzir o processo? Que ele tenha participação é até justo, mas não assim. Ele vai é acabar dividindo o grupo, dependendo do resultado da pesquisa. E se o grupo tiver de engolir um Giacobo na vida? O Paulo que fez campanha pra ele até que gostaria.

    Pois é, além do mais, durante todo o seu governo ninguém teve a oportunidade construir uma carreira sólida, ou aparecer bem, pois ele nunca deixou. Inclusive ele vem humilhado o seu vice, o Chico Brasileiro há tempos. No passado ele brigou com Vitorassi, ex vice, e com muitos da antiga frente.