Limpinhos do PPS dão gancho de dez meses para o vereador Zé Maria

Vereador Zé Maria perde direitos políticos no PPS.

O diretório municipal do PPS de Curitiba decidiu ontem à  noite aplicar suspensão de dez meses nos direitos políticos do vereador Zé Maria.

O partido do “voto limpo” deverá retirar o parlamentar da liderança na Câmara Municipal e da vice-presidência da legenda na capital. A acusação é de que ele não respeitou a orientação da agremiação ao votar pela absolvição do ex-presidente da Casa, João Cláudio Derosso (PSDB), na CPI que investigava irregularidades com verbas publicitárias.

A vereadora Renata Bueno, pré-candidata a prefeita, assumirá as atribuições que eram de Zé Maria. Ela ficará com a liderança no legislativo e a vice-presidência do PPS curitibano.

A candidatura do vereador penalizado à  reeleição dependerá da convenção de junho.

Como todos nos já sabemos, o presidente do PPS, Marcos Isfer, deverá se licenciar do cargo partidário porque será um dos comandantes da campanha pela reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB).

Resumo da ópera: Renata Bueno conduzirá o PPS nas eleições municipais de Curitiba, conforme este blog havia antecipado em 20 de março.

0 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. VEJAM BEM!
    O QUE EU ESCREVI DEU CERTINHO, É SÓ VERIFICAR QUANDO POSTARAM ESTA NOTÍCIA DE QUE ESTE VENDIDO ZÉ MARIA DUCCI, SERIA “JULGADO” PELOS ATOS DE NÃO OBEDECER E REGIONAL E SERIA PASSADO A MÃO NA CABEÇA DELE.
    ACERTEI, VOCÊS ACHAM QUE PPS, AINDA MAIS COM AS CONTAS BLOQUEADAS PELA JUSTIÇA POR CAUSA DA COLIGAÇÃO DO COM PSDB DO FLÁVIO ARNS A PREFEITO COM CARLOS SIMÕES VAI PERDER A CONTRIBUIÇÃO QUE FAZ TODOS OS MESES COMO REGE O ESTATUTO PARTIDÁRIO.

    AH! AH! AH! SÓ PARA INGLÊS VER MESMOS.

    DISSE QUE DARIA PIZZA E DEU RODÍGIO DAS GRANDES.

    O CARA ESTÁ NAS MÃOS DO DUCCI E SERÁ APOIADOR DA CAMPANHA PARA REELEIÇÃO DO PREFEITO.
    ELE ESTÁ RASGANDO PARA A DECISÃO DO PPS.