Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Eis a dúvida de Fruet: Resolver as eleições de Curitiba no 1!º ou no 2!º turno?

Fruet e Ratinho trocaram abraços no final de semana durante a Marcha para Jesus.

Os estrategistas do pré-candidato a prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), assessorados pelos novos companheiros do PT, vivem um dilema que pretendem resolver até no máximo dia 5 de junho. Eles se debruçam sobre duas possibilidades: resolver as eleições já no primeiro turno ou deixar que aconteça a segunda etapa.

Se o staff do pedetista decidir pela disputa de um único turno, necessariamente, haverá uma investida contra a pré-candidatura do deputado federal Ratinho Jr, do PSC. Um dos primeiros alvos seria o PCdoB, tradicional aliado de petistas em caminhadas eleitorais, que seria buscado a apoiar Fruet já no primeiro turno.

Ratinho Jr também tem o apoio do PR, presidido pelo deputado federal Fernando Giacobo, cuja base eleitoral é Foz do Iguaçu. Mas é justamente aí que a porca torce o rabo. O prefeito iguaçuense, Paulo Mac Donald, do PDT, o mesmo partido de Fruet, listou Giacobo como um dos possíveis pré-candidatos à  sua sucessão. Na troca de apoios, dizem, o parlamentar do PR deixaria de apoiar o colega do PR em Curitiba.

Caso os estrategistas de Fruet achem melhor a opção de resolver a eleição em dois turnos, aí o cenário muda. Ou melhor, permanece como está. Ratinho continuaria com os apoios do PR e do PCdoB. Giacobo se inviabilizaria em Foz e o prefeito Mac Donald ficaria livre para escolher entre uma das 14 pré-candidaturas colocadas no município.

Não pense o caro leitor que essa dúvida cruel só atormenta o grupo político de Fruet. A mesma discussão também tem a tropa de choque do prefeito Luciano Ducci, do PSB, devidamente escorada pela equipe do governador Beto Richa, do PSDB.

à‰ a política como ela é, sem retoques de Photoshop.

Comentários desativados.