Petistas dizem que Dilma escolheu Chinaglia para liderança na Câmara

da Folha.com

Arlindo Chinaglia.
Integrantes da cúpula do PT afirmam que a presidente Dilma Rousseff escolheu o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) para assumir a liderança do governo na Câmara. A experiência do deputado, ex-presidente da Casa, teria pesado para a decisão.

A oficialização do nome dependeria, no entanto, de um trabalho de pacificação na bancada do PT na Casa.

Arlindo integra um grupo do partido que disputa, internamente, com a corrente CNB (Construindo um Novo Brasil), da qual faz parte o recém-destituído Cândido Vaccarezza (PT-SP).

Mais cedo, Vaccarezza afirmou que deixou a liderança do governo sem ressentimentos e que continuará sendo um soldado de Dilma.

“Encaro isso sem ressentimento, sem mágoas e com naturalidade”, disse.

Para o deputado, sua saída acontece por motivação política, não por derrotas pessoais, já que, segundo ele, o governo só “teve vitórias” na Câmara.

O petista admitiu, porém, não saber onde a presidente “quer chegar” ao dizer que vai fazer um rodízio nas lideranças.