Dose dupla: Governo autoriza reajuste nas tarifas de ônibus da RMC e de ferry-boat de Guaratuba

da Agência Estadual de Notícias

Clique para ampliar.

As tarifas do transporte coletivo da rede não integrada da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) sofrem reajuste a partir da zero hora desta segunda-feira (5). Como as tarifas são diferentes, para calcular o percentual de reajuste, a Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) e a Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) fizeram um estudo da planilha de custo das linhas de ônibus e das empresas que atendem a região metropolitana e que não fazem parte da Rede Integrada de Transporte (RIT).

Neste estudo se considerou a distância percorrida, o carregamento de passageiros e o equilíbrio econômico-financeiro do conjunto de linhas por empresas. A nova tabela de tarifas da rede não integrada da RMC, que passa a vigorar a partir da zero hora de segunda-feira, de acordo com a empresa prestadora de serviço e a linha de ônibus.

DER autoriza reajuste na tarifa de travessia da Baía de Guaratuba

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) autorizou reajuste de 7,27% na tarifa da travessia de veículos pelo ferry-boat na Baía de Guaratuba. O índice corresponde à  variação do IPCA !“ àndice de Preços ao Consumidor Ampliado acumulado do período 2011-2012. O aumento está de acordo com o contrato de concessão n.!° 047, firmado em 2009 com a Concessionária da Travessia de Guaratuba S.A., operadora do ferry-boat. Os novos preços passam a vigorar a partir deste domingo (04).

Com o reajuste, a tarifa básica (automóvel, caminhonete e furgão) passa a ser R$ 5,90. São dez categorias de tarifação, com preços variando de R$ 3,00 para motocicletas, motonetas e bicicletas a motor até R$ 41,30 para caminhão com reboque e caminhão-trator com semirreboque, com rodagem traseira dupla.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. advinhem de quem é o ferry boat.fortes boatos dizem que é um fiel escudeiro do beto richa.

  2. Choque que causa indigestão ao eleitor paranaense.

    Acorda Curitiba!
    Acorda Paraná!

  3. O governo tinha que criar vergonha na cara e fazer de vez a PONTE Matinhos-Guaratuba e acabar com aquilo que chamam de Ferry-Boat. É uma vergonha aquilo funcionando, com aquelas “balsas podre”