Em plebiscito, eleitores do Pará rejeitam divisão do estado em três

da Agência Brasil

Com 3,9 milhões de votos apurados, já é possível dizer, matematicamente, que os eleitores paraenses rejeitaram a proposta de divisão do estado. Até o momento, 1,966 milhão de eleitores se disseram contrários à  criação de Carajás e 1,949 milhão foram contrários à  criação do Tapajós, no plebiscito de hoje (11).

Até agora, há 993 mil abstenções. Restando cerca de 900 mil votos para serem apurados, não é mais possível que o número de votos favoráveis à  divisão (927 mil, no caso do Tapajós; e 911 mil, de Carajás), supere os mais de 1,9 milhão de votos contrários.

Na votação, o eleitor teve de responder sim ou não a duas perguntas. Na primeira, se é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós; e na segunda, se é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado de Carajás.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. essa consulta para divisão do para ,ao meu ver foi pedra cantada.pois os habitantes da area onde seria criados ,carajas e tapajos que poderiam votar.não do estado inteiro!quando houve a consulta poular para criar o sudão do sul,que foi organizado pela a onu,foi melhor do que o do tse.porque isso, somente os cidadãos do sudão do sul que votaram. no canada eu me lembro dois prebecito para separ a provincia de quebec do resto do canada.então os eleitores do resto do canada não votaram ,somentes os eleitores quebequenses,pois ai era a criação duma nova nação.não a criação de novos estados que ficariam na mesma federação ou pais,seria brasileiros como nos,não e a reserva raposa do sol que foi criado por truculencia judicial.se somente os eleitores de tapajos e carajas votassem , seria certo mais novos estados .imaginem se existisse ainda o grã-pará,estados como mato grosso do sul não existiriam,amazonas ,maranhão.todos os estados do norte somente o grã-pará,seria bom para o desenvolvimento do brasil?desculpem é minha opinão!