Regular mídia não é impor censura, afirma Dirceu

da Agência Estado

Zé Dirceu: nada de censura.

O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu afirmou nesta sexta-feira, 25, que o PT sempre defendeu a regulação dos meios de comunicação e criticou o discurso de quem associa uma regulamentação do setor à  censura da mídia. “O PT sempre defendeu a regulação da mídia como sempre defendeu a liberdade de imprensa”, disse Dirceu, durante o seminário Por um Novo Marco Regulatório para as Comunicações, promovido na capital paulista pela direção nacional do partido.

O ex-ministro disse que países como Estados Unidos, Grã-Bretanha e França possuem regras para a mídia sem que isto seja encarado como censura. “Estar contra a regulação e ficar batendo na tecla de que a regulação é censura não vai ter futuro”, afirmou.

Dirceu defendeu um maior debate entre os partidos políticos e a sociedade sobre o assunto e disse ser totalmente contra qualquer controle de conteúdo produzido pela imprensa. “Estamos propondo o que há no mundo inteiro, uma regulamentação dos meios de comunicação”, afirmou. “O problema é que alguns setores não querem debater a regulação e querem convencer a sociedade de que regulação é censura.”

O ex-ministro, afastado do governo Lula em meio ao escândalo do mensalão, criticou os donos de jornais brasileiros. “A única censura que existe é a do dono de jornal no Brasil: quando não quer, não publica uma coisa. Se o repórter insistir, é demitido”, afirmou, demonstrando desejo de que parte da mídia apoiasse o governo. “Eu só lamento que não tenha jornal também de esquerda, que seja a favor do governo federal.”

Dirceu afirmou que existem monopólios nos meios de comunicação brasileiros e defendeu a discussão sobre o que chamou de “oligarquias eletrônicas”, referindo-se ao fato de deputados e senadores serem detentores de concessões de emissoras de rádio e TV em suas bases eleitorais.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. o hugo chaves tem coragem para fazer regulamentação da desmedida. mas no brasil … heimm!

  2. Balela, Zé….
    Vcs estão doidos pra estabelecer controle da imprensa sim. Se pudessem já tinham implantado o mesmo regime de controle “chavista” aqui. E quando ao Lula que o FranclinSten disse que comeu o “pão que o diabo amassou” na mão da imprensa, vale lembrar que quem fala e faz o que bem ker, tem que ouvir o que não ker e enfrentar as reações indesejadas.
    Ainda bem que a Dilma (mais teórica-prática, menos populista e menos dinheirista) não pensa igual seus Ministros (herança do governo anterior).

  3. o doutor drauzio combate o vicio do tabaco,isso e combatido no fantastico.mas no programa da globo, houve apresentação de pessoas fumando em ambiente fexado. eu acho uma hepocresia falar uma coisa e fazer outra.como a globo tem o respeitavel doutor drauzio falando do perigo do cigarro,mas acho que ele fala ao vento. então essa ladainha deve parar.porque se nos programas passa pessoas fumando, mas e charutos ,e o cigarro que não pode! peço desculpas. quem defende o fim duma coisa deve dar o exemplo.oue tudo isso e para ter conteudo no fantastico, que quase não tem..