Eleições para diretores de escolas municipais de Curitiba param na Justiça

Cerca de 50 diretores das 179 escolas municipais de Curitiba entraram com mandado de segurança contra a Secretaria Municipal de Educação (SME).

Os diretores estão fulos da vida com o órgão que, segundo eles, estaria indo contra as normas estabelecidas pelo regimento da Comissão Eleitoral.

De acordo com denúncias desses diretores, a SME resolveu impugnar candidaturas de várias chapas evocando uma suposta lei eleitoral aplicada especificamente para a disputa da “eleição presidencial” (sic).

O que é pior ainda é que esta decisão foi tomada depois que todas as escolas já haviam feito suas respectivas assembleias para a escolha das chapas.

Alguns candidatos à  direção de escolas já são diretores e, portanto, não teriam direito à  reeleição. Acontece que vários deles assumiram esse cargo depois que os diretores eleitos em suas escolas foram aposentados, exonerados ou licenciados.

A eleição ocorre dia 26 de novembro próximo e a expectativa é que as ações judiciais se multipliquem até lá.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. vai ver o ducci só quer o pessoal dele nos cargos.

  2. E depois falam de uma educação de primeiro mundo?
    Não respeitam nem diretores…
    Que dizer do respeito aos professores, alunos, pais?
    É o fim da picada…