A gênese comunista do senador Roberto Requião; veja o vídeo

A fundação do Partido Operário no Brasil

O senador Roberto Requião releu no plenário, nesta segunda-feira, 14, trechos do manifesto de lançamento do Partido Operário, fundado por seu bisavô, Justiniano de Mello e Silva, em junho de 1890. De cunho libertário e socialista, o Partido Operário foi organizado simultaneamente em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Ele antecede em algumas décadas a organização de partidos socialista de profissão marxista, explicou Requião.

O Partido Operário defendia, por exemplo, a reforma agrária, a educação integral, o juízo arbitral, o controle externo do Judiciário, a proteção do trabalho, a limitação do direito à  herança e uma vigilância rigorosa da administração pública.

Com idéia e propostas adiante de seu tempo, o manifesto do Partido Operário terminava com estas palavras: Sairemos vitoriosos desta luta? Não é grande infortúnio perder a batalha quando se tem a consciência do próprio valor. Mais desgraçada é a sorte de quem não luta porque não tem coragem, que se deixa esmagar porque não possui a alma livre e perde foros de cidadão!.

O texto e o vídeo são do site do senador Requião.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. É impressionante que, decorridos mais de 120 anos, o assunto continua atual e se aguarde a prática do que ali se preceitua.