Doença de Lula repercute na imprensa internacional

da Folha.com

O anúncio de que o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, 66, foi diagnosticado com um tumor localizado de laringe repercute na imprensa internacional neste sábado (29).

Lula deve iniciar o tratamento com quimioterapia na segunda-feira (31), segundo informações médicas.

O site da emissora britânica BBC dava destaque em sua página inicial para a notícia, ressaltando que Lula presidiu o Brasil em um período de forte crescimento econômico, retirando milhões de pessoas da pobreza.

Na Espanha, o site “20 minutos” deixou por algum tempo a informação como notícia principal de sua página, com uma grande fotografia do ex-presidente e os dizeres “Lula padece de câncer”.

O site do português “Diário de Notícias” também colocou uma imagem de Lula cabisbaixo acompanhando a informação principal sobre sua doença e dizendo que o brasileiro terminou em 2010 seu segundo mandato “como o mais bem avaliado da história do Brasil”.

A notícia logo tomou conta também das páginas principais das versões on-line de jornais da vizinha Argentina, tanto no líder em vendas “El Clarín”, quanto no concorrente “La Nación”. O chileno “La Tercera” repercutiu o anúncio da doença colocando Lula em destaque em seu site.

EXAMES

O ex-presidente realizou exames ontem e hoje no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após se queixar de dores na garganta e rouquidão.

“O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial”, diz nota do Sírio-Libanês.

Segundo o oncologista Artur Katz, que está na equipe médica que atende o ex-presidente, o estado dele é “muito bom”. “Ele está em ótimo estado geral.”

Katz disse que o tumor “não muito grande” foi descoberto na manhã de hoje. “Deseja-se que ele possa levar uma vida normal em quantidade e qualidade, após o tratamento”, disse o médico. A equipe preferiu a quimioterapia à  cirurgia, “para preservar as funções da laringe”.

Segundo o médico, uma das causas importantes para o câncer na laringe é o fumo. Mas também existem causas virais e não é possível ainda dizer o que levou ao desenvolvimento do tumor de Lula. “As chances de cura são excelentes”, completou. Lula é ex-fumante e tinha o hábito de fumar cigarrilhas.

A assessoria do ex-presidente confirmou a informação sobre a doença, mas informou ainda não ter mais detalhes.

Comentários encerrados.