Movimento vai à s ruas para exigir que “CPI do Derosso” saia do papel

Logomarco do movimento.

Dirigentes de partidos políticos e entidades do movimento social se reuniram nesta tarde, na sede da CUT, com o objetivo de discutir estratégias para pressionar a Câmara Municipal de Curitiba a instalar a CPI que investigará o presidente da Casa, vereador João Cláudio Derosso (PSDB), acusado de cometer irregularidade em contratos de publicidade e praticar nepotismo.

Dentre várias mobilizações, na próxima quarta-feira (31) haverá uma marcha que sairá à s 10 horas da Praça Santos Andrade em direção à  Câmara.

O presidente da CUT, Roni Barbosa, disse que o movimento encaminhará durante o protesto um documento pedindo aos vereadores que afastem Derosso enquanto durar as investigações.

“A nossa luta é para que a CPI saia do papel. Se já tem a anuência de quase todos os vereadores, por que a enrolação?”, questiona o sindicalista.

Edson Feltrin, presidente da Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba), concorda com o dirigente da CUT. Para ele, “quanto mais demorar a instalação da comissão mais a ‘batata’ de Derosso vai assar”, afirmou.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. o psdb mais o pig junto, mais o ministro do suplemo tribunal federal, que vai para o impedimento de exercer o cargo,não vejo problemas para derosso…

  2. É uma pena o PT deixar de indicar Profª Josete na CPI infelizmente a única que poderia ser capaz de fazer algum barulho.