Comissão de licitação responsabiliza Derosso

Membros da Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Curitiba, em depoimento nesta manhã ao Conselho de à‰tica, apontaram o presidente da Casa, vereador João Cláudio Derosso (PSDB), como o único ordenador de despesa nos contratos de publicidade.

Com isso, a situação do tucano se complica e pode se configurar em improbidade administrativa — passível de cassação de mandato.

Amanhã, terça-feira, a esposa de Derosso, a jornalista Cláudia Queiroz, deverá ser ouvida pelo Conselho de à‰tica. Ela foi convidada, não convocada, porque se desligou da Câmara.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. não cassem o derosso, deixem ele sentir o mal duma derrota nas urnas. se os eleitores não forem conviventes, e a melhor saida ,pois a lei trabalha ao seu favor (o vereador) . para mudar tem que extigüir o tre e tse .não faz diferença. ter esses orgãos. e jogar dinheiro publico fora….

  2. Será que não é hora de uma ação popular para moralizar a camara da capital? quem tem idéias poderia dar o pontape inicial: por exemplo a camara tinha que ter mecanismos de não reeleger o mesmo vereador por tantos mandatos presidente, suas contas deveriam ser publicas de verdade, o site deveria mostra notas , que por sinal precisam ser digitalizadas para estar ao alcance de qualquer cidadão a qualquer hora, etc… quem tiver mais sugestões podem completar e vamos entregar ao Novo Presidente.

  3. É preciso mais controle social, mas não se enganem o escandâlo está aí porque ano que vem é um ano eleitoral. E as movimentações estão fortes!