27 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em “Temer acabou”, diz Paraná Pesquisas

“Temer acabou”, diz Paraná Pesquisas

O diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, à luz dos protestos de caminhoneiros, afirmou que o governo Michel Temer “acabou” de vez. ... 

Leia mais

3 de abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Há 3 anos, popularidade de Richa só caía com ataques aos servidores

Há 3 anos, popularidade de Richa só caía com ataques aos servidores

O governador Beto Richa promoveu em 2015 os mais duros ataques aos servidores estaduais, em especial os professores. Isso se refletiu diretamente em seus índices de popularidade. No dia 03 de abril de 2015, o Blog do Esmael noticiava que a reprovação de Richa era maior que a da presidente deposta Dilma Roussefff. Relembre no Blog do Esmael. ... 

Leia mais

25 de junho de 2017
por Esmael Morais
33 Comentários

Temer ‘ressuscitou’ o PT, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha revela neste domingo (25) que o ilegítimo Michel Temer (PMDB) conseguiu a proeza de ‘ressuscitar’ o Partido dos Trabalhadores, pois, segundo o levantamento, é o partido atingiu sua maior popularidade desde a segunda posse da presidenta eleita Dilma Rousseff. Leia mais

27 de julho de 2016
por Esmael Morais
19 Comentários

Temer perde mais um debate na sociedade: o da privatização das estatais

temer_estataisA maré não está para golpista, pois os institutos de pesquisas atestam que o interino Michel Temer (PMDB) perdeu mais um debate na sociedade: o da privatização das estatais. Leia mais

24 de abril de 2016
por Esmael Morais
14 Comentários

Ibope: 70% querem nova eleição

Pesquisa do Ibope vazada no excelente Conversa Afiada aponta que 70% dos eleitores brasileiros querem nova eleição para presidente da República.

O site de Paulo Henrique Amorim também mostra que o vice Michel Temer tem  popularidade raquítica, 7%, índice de fazer golpista chorar.

A presidente Dilma Rousseff, prestes a sofrer o golpe, tem 9% de popularidade na mesma sondagem.

A emenda Roberto Requião estipula decisão popular com “recall” dos políticos a cada dois anos, ou seja, se não cumprirem o programa pelo qual foram eleitos eles vão para o olho da rua.

A pesquisa do Ibope foi realizada entre os dias 14 e 18 de abril em todos os estados brasileiros.

Leia mais

22 de dezembro de 2015
por admin
8 Comentários

Coluna do João Arruda: Beto Richa, o governador que encolheu

Download áudio João Arruda

João Arruda*

O governador Beto Richa (PSDB) termina o ano reprovado por três em cada quatro paranaenses. É um índice previsível para quem fez fama como vendedor de ilusões. Ele sempre jogou para a torcida com o discurso do “novo”, de que “tudo vai melhorar”. Da prefeitura de Curitiba ao governo do Paraná, isso funcionou por algum tempo. Agora, não. Frustrado, o povo parou de cair nessa conversa.

Segundo o Instituto Paraná Pesquisas, 71,2% dos paranaenses desaprovam o atual governo. O marco da impopularidade de Beto Richa foi a batalha de 29 de abril, quando o governador mandou a Polícia Militar reprimir, com uso abusivo de violência, a manifestação dos professores contra mudanças na Paranaprevidência.

As imagens do massacre correram o mundo. Trabalhadores que pediam apenas a manutenção dos direitos foram enxotados do Centro Cívico com cassetetes, cães, gás lacrimogênio e balas de borracha. Ao mesmo tempo, das janelas do Palácio Iguaçu, um contraste bizarro: assessores do governador comemoravam a repressão da PM. Quanta insensatez!

Aqueles acontecimentos simplesmente demoliram as expectativas que o governador tentava construir junto à população – “o melhor está por vir”, alardeava Beto Richa. Na verdade, só piorou. O ajuste fiscal promovido por sua equipe econômica, com forte aumento de impostos, onerando ainda mais o já combalido setor produtivo do estado, manteve o governo ladeira abaixo.

Como nada é tão ruim que não possa piorar, eis que Beto Richa resolveu imitar os tucanos paulistas e decidiu fechar dezenas de escolas a pretexto de economizar com aluguel. Foi a pá de cal na popularidade do governador. As coisas só não ficaram ainda piores para ele porque, no fim das contas, acuado pela opinião pública, o governo desistiu da – infeliz – ideia.

O reflexo de tudo isso aparece de forma cristalina na pesquisa sobre a avaliação do governador, agora às voltas com taxas altíssimas de rejeição. Não é à toa que os sena Leia mais

21 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

Beto Richa termina ano com popularidade na “boca do jacaré”

A popularidade do governador Beto Richa (PSDB) continua em baixa, de acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira (21) pelo instituto Paraná Pesquisas.

Números publicados no blog Gazeta do Povo apontam que 71,2% dos eleitores paranaenses reprovam o tucano. Apenas 24,4% aprovam o governador do PSDB.

Os gráficos de aprova/desaprova criam uma “boca de jacaré” imaginária, que, no marketing e na política, fala-se que não tem “salvação” quem entrar nela. Ou seja, não há recuperação do político e pode-se chamar o padre para a extrema-unção.

A aprovação de Beto Richa era de 69,6% em dezembro de 2012, subiu para 70,7% em dezembro de 2013, depois caiu para 65,4% em dezembro de 2014 e agora, em 2015, despencou para 24,4%.

A desaprovação do governador do Paraná era de 26,1% em dezembro de 2012, caiu para 25,4% em dezembro de 2013, depois subiu para 29,1% em dezembro de 2014 e agora, em 2015, saltou para 71,2%.

A Paraná Pesquisas entrevistou 1.520 eleitores em 60 municípios do Paraná entre os dias 10 e 14 de dezembro. A margem de erro de 2,5 pontos porcentuais.

Leia mais

21 de outubro de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: Beto Richa tem “bala de prata” para Curitiba

O governador espera recuperar rapidamente a popularidade perdida após o massacre de professores no dia 29 de abril. Conhecido como “Carniceiro do Centro Cívico”, Beto Richa espera revigorar-se nos próximos meses para ficar com a primeira vaga do Senado em 2018.

O tucano sabe que o caminho não será nada fácil, embora os luas pretas palacianos, para agradar o chefe, digam que o Ibope dele é o maior do país. Ironia à parte, marqueteiros pagos a peso de ouro estimam 55% de popularidade de Richa em janeiro de 2016.

Um dos motores para a recuperação da imagem seria o dinheiro em caixa arrecadado a fórceps, ou seja, com a aprovação pela Assembleia Legislativa dos quatro últimos pacotes de maldade (confisco de poupança previdenciária, aumento ICMS, IPVA, impostos sobre heranças, arrocho salarial de servidores públicos, etc.).

O governador sabe que sem Curitiba ele não vai a lugar algum. Por isso, o tucano estaria preparando uma “bala de prata” para retomar terreno eleitoral na capital paranaense. O disparo poderá ser feito após o Carnaval e o estrago nos adversários, segundo se ouve na antessala de Beto Richa, “seria tão desconcertante que os faria perder até o rumo de casa”.

Ficarei de orelhas em pé, na chegada de Beto, para ouvir mais detalhes deste plano diabólico de “dominar o mundo” em cem dias. Dou notícias em breve.

Garganta Profunda de Londrina.

Leia mais

4 de setembro de 2015
por Esmael Morais
16 Comentários

Michel Temer sobre o governo Dilma: ‘Ninguém resiste com esse índice de popularidade’

da Agência Brasil

Vice Michel Temer jura que não conspira contra Dilma, mas na TV que 'PMDB não tem medo da verdade que virá'; peemedebista voltou a dizer ontem que ‘ninguém resiste 3 anos e meio com esse índice de popularidade’, ao se referir ao governo; no meio desse tiroteio, falta ações concretas da presidenta da República, dentre as quais, a demissão imediata de Joaquim Levy e um “cavalo de pau” na economia e, o que é mais importante, escolher de que lado ela quer ficar: dos trabalhadores ou do capital especulativo.

Vice Michel Temer jura que não conspira contra Dilma, mas na TV que ‘PMDB não tem medo da verdade que virá’; peemedebista voltou a dizer ontem que ‘ninguém resiste 3 anos e meio com esse índice de popularidade’, ao se referir ao governo; no meio desse tiroteio, falta ações concretas da presidenta da República, dentre as quais, a demissão imediata de Joaquim Levy e um “cavalo de pau” na economia e, o que é mais importante, escolher de que lado ela quer ficar: dos trabalhadores ou do capital especulativo.

Ao participar de um debate promovido pelo Movimento Política Viva, na noite dessa quinta-feira (3), em São Paulo, o vice-presidente da República, Michel Temer, disse, ao ser indagado sobre a atual baixa popularidade do governo, que ninguém resiste três anos e meio com esse índice, de acordo com áudio, de parte do debate, desponibilizado pelo Portal G1. ... 

Leia mais

1 de abril de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Aprovação ao governo Dilma Rousseff cai para 12%, diz CNI Ibope

dilma_ibopeA desaprovação ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), que vem sendo alvo de manifestações por impeachment, subiu para 64%, segundo pesquisa do Ibope divulgada nesta manhã pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). ... 

Leia mais

10 de março de 2015
por Esmael Morais
19 Comentários

à”nibus ruim e caro atropela popularidade Fruet; 65% reprovam prefeito de Curitiba, diz PR Pesquisas

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), segundo a Paraná Pesquisas, é aprovado por apenas 30% do eleitorado da capital. Em abril de 2013, esse índice era de 66% e em dezembro do ano passado era de 44%.

Por outro lado, a reprovação do prefeito curitibano só fez aumentar no mesmo período. Em abril de 2013, apenas 27% rejeitavam Fruet; em dezembro do ano passado, 50%, e agora 65% o reprovam.

Para o diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, a desintegração do transporte público com a região metropolitana e o aumento no preço da tarifa do ônibus — que saltou de R$ 2,85 para R$ 3,30 — puxaram para baixo a popularidade de Gustavo Fruet. De acordo com a sondagem, 64% consideram a pior área na gestão do pedetista.

O levantamento do instituto também atribui a desaprovação do prefeito da capital à  saúde, que é a segunda área mais mal avaliada: 61% acham o serviço ruim ou péssimo.

Fruet segue a mesma pegada do governador Beto Richa (PSDB) e da presidenta Dilma Rousseff (PT), que também viram sua popularidade despencando no Paraná. O tucano é reprovado por 76,1% e a petista é rejeitada por 82% dos paranaenses, conforme prospecção da Paraná Pesquisas.

O levantamento sobre Gustavo Fruet foi encomendado pelo jornal Gazeta do Povo, entre os dias 3 e 7 de março, em Curitiba. Foram entrevistados 819 eleitores maiores de 16 anos. A margem de erro é de 3,5% e o grau de confiança estimado em 95%.

Veja o infográfico da pesquisa:

pr_pesquisa_curitiba

Leia mais

7 de março de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Deputados são “mais mal avaliados” na gestão Traiano que na de Rossoni, compara Gazeta do Povo

O agora deputado federal Valdir Rossoni, ex-presidente da Assembleia, agradava mais à  população com seu famoso cheque sem fundos, diz levantamento da Paraná Pesquisas, divulgada hoje pela Gazeta do Povo; segundo Murilo Hidalgo, diretor do instituto, o governador Beto Richa puxou para o buraco os deputados estaduais que foram reprovados pela média de 3,2, cujo índice vai de zero a dez.

O agora deputado federal Valdir Rossoni, ex-presidente da Assembleia, agradava mais à  população com seu famoso cheque sem fundos, diz levantamento da Paraná Pesquisas, divulgada hoje pela Gazeta do Povo; segundo Murilo Hidalgo, diretor do instituto, o governador Beto Richa puxou para o buraco os deputados estaduais que foram reprovados pela média de 3,2, cujo índice vai de zero a dez.

O jornal Gazeta do Povo, edição deste sábado (7), divulga sondagem da Paraná Pesquisas, com notas de zero a 10, atribuídas pelos eleitores aos deputados estaduais da Assembleia Legislativa. ... 

Leia mais