18 de abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em Al Jazeera: Gleisi chama de “ignorante” senadora de direita; assista ao vídeo

Al Jazeera: Gleisi chama de “ignorante” senadora de direita; assista ao vídeo

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, chamou de “ignorante” e “mau caráter” a senadora Ana Amélia (PP-RS) por ela ter relacionado sua entrevista à TV Al Jazeera com o Estado Islâmico. ... 

Leia mais

13 de abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em URGENTE: Explosões são ouvidas em Damasco

URGENTE: Explosões são ouvidas em Damasco

Segundo relatos, explosões foram ouvidas na região de Damasco, na Síria, enquanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na sexta-feira que estava ordenando “lançar ataques aéreos de precisão contra a Síria”. ... 

Leia mais

13 de abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em EUA anunciam ataque à Síria

EUA anunciam ataque à Síria

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que atacará a Síria. A ofensiva militar contará com o apoio da França e da Inglaterra. ... 

Leia mais

24 de julho de 2016
por esmael
39 Comentários

O golpe de Michel Temer afastou turistas e trouxe o terrorismo para o Brasil

fora_temerO interino Michel Temer (PMDB) consegui a proeza de colocar o Brasil no mapa do terrorismo com desastrosas e imbecis declarações, após prisão de alguns jovens pela Operação Hashtag, da PF. Leia mais

23 de julho de 2016
por esmael
29 Comentários

Requião classifica como ‘idiota’ ação da PF que prendeu suspeitos de terrorismo

requiao_terrorismo“Qualquer sistema antiterror inteligente recomenda evitar publicidade, imagine publicidade quando não há terror”, escreveu senador Roberto Requião (PMDB-PR) em sua conta no Twitter. O parlamentar classifica como “idiota” a ação da Polícia Federal que prendeu suspeitos de terrorismo a 15 dias dos Jogos Olímpicos. Leia mais

23 de julho de 2016
por esmael
Comentários desativados em Jorge Bernardi: Olimpíada, terrorismo e o “lobo solitário” de Curitiba

Jorge Bernardi: Olimpíada, terrorismo e o “lobo solitário” de Curitiba

bernardi_rioO vereador curitibano Jorge Bernardi (REDE), em sua coluna deste sábado (23), vê aspectos positivos na prevenção de atentados terroristas. Ele enaltece o trabalho da PF que levou uma dezena à prisão durante a Operação Hashtag. No entanto, o colunista critica o interino Michel Temer (PMDB) que quer capitalizar um trabalho da PF. Bernardi ainda prevê impacto negativo no turismo nos Jogos Olímpicos. Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto: Leia mais

22 de julho de 2016
por esmael
5 Comentários

Golpes, levantes no mundo árabe e terrorismo como show pirotécnico no Brasil

golpe_primavera_brunoBruno Meirinho (PSOL), em sua coluna desta sexta (22), faz um paralelo entre a recente crise na Turquia com o golpe no Brasil. “A crise que o ‘ocidente’ esperava que ficasse apenas no oriente médio já começa a criar fraturas do lado de cá”. Leia mais

21 de julho de 2016
por esmael
87 Comentários

Muito estranhas essas prisões antiterroristas a 15 dias dos Jogos Olímpicos

Alexandre_ISISO ministro interino da Justiça, Alexandre Moraes, em coletiva à imprensa informou que foi realizada na manhã desta quinta (21) a Operação Hashtag, em 10 estados, simultaneamente, que prendeu 10 pessoas suspeitas de ligação com terroristas. Nem a CIA, Scotland Yard, Mossad ou serviço secreto francês foram tão eficazes anteriormente… Leia mais

29 de fevereiro de 2016
por esmael
18 Comentários

“Requião estabeleceu um ‘Estado Islâmico’, um califado no PMDB do Paraná”, diz deputado pró-Richa

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná, ao Blog do Esmael, criticou no início da tarde desta segunda-feira (29) o que ele considera “espetáculo” do senador Roberto Requião que promete expulsar do PMDB deputados considerados “infiéis” com transmissão ao vivo.

Em entrevista ao Blog do Esmael, na manhã de hoje, o senador peemedebista, que é presidente do PMDB no Paraná, informou que promoverá uma degola ao vivo, transmitida pela TV 15, de quatros deputado considerados “infiéis”, isto é, que apoiaram a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), em 2014, em detrimento da candidatura própria da sigla.

“Requião estabeleceu um Estado Islâmico no PMDB do Paraná, um verdadeiro califado para os parentes e principais assessores”, fuzilou Romanelli, que admite migrar nas próximas horas para o PSB. “Não vou trair minha história indo para um partido de direita”, completou.

Para o líder Romanelli, o senador blefou — não relação a ele — em relação aos demais deputados. “Ele vai perder de uma vez só cinco deputados”, contabiliza, enumerando os seguintes deputados estaduais que sairão do partido: ele [Romanelli], Alexandre Curi, Artagão Júnior e Jonas Guimarães; e também o deputado Osmar Serraglio.

O primeiro suplente de deputado estadual Stephanes Junior igualmente prepara as malas, possivelmente para o PSDB.

“O todo poderoso transformou o partido em uma agregação de familiares e assessores. Estabeleceu o Estado Islâmico no PMDB, um califado de parentes e assessores. Era um blefe de Requião, mas os deputados radicalizaram e vão sair do PMDB”, regozija-se.

“Requião vai acabar expulso do PMDB nacional porque ele votou contra a liberação do pré-sal. Mas ele estava certo e eu me solidarizo com ele, mas o Michel Temer o levará à comissão de ética”, prevê em tom de ironia o líder Romanelli.

O Blog do Esmael vai transmitir hoje ao vivo, em parceria com a TV 15, a partir das 18 horas, a reunião da executiva do PM Leia mais

2 de janeiro de 2016
por admin
7 Comentários

Coluna do Jorge Bernardi: Existe terrorismo no Brasil?

Download áudio

Jorge Bernardi*

O mundo tem assistido estarrecido atos de terrorismo em diversas partes do planeta. O ataque do Estado Islâmico, em 13 de novembro passado, na boate Bataclan e em bares de Paris, com 130 mortes e dezenas de feridos, foi mais um destes atos insanos.

Além deste ataque, a capital francesa presenciou os atentados ao jornal Charlie Hebdo e a uma loja de produtos judaicos, com mais de uma dezena de mortos. Atos terroristas derrubaram um avião russo no Egito, e atacaram hotéis na África. O terrorismo deve ser condenado por todos. Não se justifica em nenhuma situação.

O Congresso Nacional está votando uma lei antiterror, que já foi aprovada pelas duas Casas mas, como sofreu alterações no Senado, deverá retornar para votação a Câmara dos Deputados. A lei define os crimes de terrorismo e estabelece competência para julgá-los a Justiça Federal.

É crime de terrorismo “provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa ou tentativo de ofensa, à vida, à integridade física ou à saúde ou a privação da liberdade de pessoa. Pena – reclusão, de 15 a 30 anos”.

A pergunta que se faz: existe terrorismo no Brasil? Antes de responder, lembro de dois fatos ocorridos recentemente em nosso país. Em 13 de agosto passado, em Osasco e Barueri, São Paulo, grupos armados, entraram em bares, mercearias e em ruas da periferia daquelas cidades, “infundido terror e espalhando pânico”, atiraram e mataram 18 pessoas. Até hoje a autoria dos crimes é incerta, embora policiais tenham sido presos.

Outro fato: em 11 e 12 de abril de 2015, uma milícia em Itaguaí, saiu às ruas também “infundido terror e espalhando pânico”. Foram mortas sete pessoas em apenas 12 horas. Esta notícia nem foi destaque nos noticiários de televisão, ficou restrita ao Rio de Janeiro.

A lei antiterror vai pegar estes criminosos que atuam soltos na periferia das grandes metrópoles, ou será utilizada para combater movimentos sociais que reivindicarem melhorias nas condições de vida, combate a corrupção ou educação de qualidade?

O que vai acontecer se esta lei for aprovada ainda não se sabe. A certeza que se tem é que nas periferias pobres e abandonadas, o terrorismo impera há muito tempo. Poucos se arriscam a sair de casa à noite, desobedecer a um toque de recolher destes marginais. O Brasil quer combater o terrorismo que pode vir de fora, mas não defende do terror qu Leia mais

15 de novembro de 2015
por esmael
6 Comentários

Exército Islâmico é cria dos EUA, diz democrata

do Brasil 247

eua_debateO debate entre os candidatos democratas à presidência dos Estados Unidos, promovido ontem pela emissora CBS, teve seu ponto alto quando um dos pretendentes, o senador Bernie Sanders, responsabilizou a política externa norte-americana pela tensão no Oriente Médio e pelo terrorismo na Europa, que fez mais de uma centena de vítimas em Paris na última sexta-feira.

“A invasão desastrosa do Iraque, à qual eu me opus frontalmente, desorganizou toda a região e permitiu a ascensão não apenas da Al-Qaeda como também do Estado Islâmico”, disse ele. “Foi a pior decisão de política externa dos Estados Unidos em toda a sua história”.

O questionamento de Sanders tocou numa ferida de Hillary, que, como senadora, apoiou a invasão do Iraque em 2003, pelo governo de George W. Bush, motivada pelas falsas acusações de que o regime de Saddam Hussein possuía ligações com o atentado de 11 de Setembro de 2001 e também desenvolvia armas de destruição em massa. Leia mais

14 de novembro de 2015
por esmael
15 Comentários

Banho de sangue em Paris reabrirá ‘guerra ao terror’

do Brasil 247

paris_terrorAssim como o 11 de Setembro de 2001 serviu como pretexto para a ‘Guerra ao Terror’, que levou à invasão do Iraque e à derrubada do regime de Saddam Hussein, numa iniciativa liderada pelo governo de George W. Bush, nos Estados Unidos, a sexta-feira 13 de ontem também deverá ter grandes repercussões no mundo.

A começar pelas liberdades individuais. Ontem, o presidente francês, François Hollande, decretou o fechamento de fronteiras e o estado de emergência, medidas inéditas desde a Segunda Guerra Mundial. Além disso, prometeu liderar uma “caçada implacável aos terroristas”.

Com os atentados em série de ontem, que provocaram um banho de sangue em Paris, a questão síria será colocada no centro dos debates internacionais. Há vários anos, os Estados Unidos vêm tentando derrubar, sem êxito, o regime de Bashar al-Assad, com sua política de apoio logístico, financeiro e material a grupos de oposição ao regime – o que criou, como subproduto, o Estado Islâmico. Leia mais