25 de janeiro de 2018
por esmael
57 Comentários

PT poderá usar imagens da Band News para provar que julgamento de Lula foi fraude

Eram 10h18. O julgamento no TRF4 ainda estava nas preliminares. O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da ação penal contra o ex-presidente Lula, ainda não tinha iniciado a leitura do primeiro voto no caso do tríplex. Isto ocorreu somente às 10h35. Ou seja, nenhum dos três votos tinham vindo à tona, mas… Com mais de sete horas de antecedência a Band News divulgava o placar ‘condenação 3 x 0 absolvição’. A votação foi concluída às 17h48. ... 

Leia mais

20 de maio de 2016
por esmael
15 Comentários

Sob Temer, dólar disparou e bolsa despencou. O que deu de errado?

temer_economiaTudo, exatamente tudo que os “feiticeiros” previam numa eventual gestão de Michel Temer deu errado. Abstraindo se é golpe ou não, a situação econômica piorou muito em apenas uma semana. O dólar continua nas alturas e a bolsa de valores rasteja no chão.

Evidentemente, os golpistas acreditam que liquidando os ativos — leia-se o patrimônio dos brasileiros, como as estatais — e acabando com os programas sociais, tais como Bolsa Família, FIES, e políticas públicas como SUS, darão uma satisfação ao mercado – leia-se bancos – dizendo que terão dinheiro para pagar os juros.

Para engabelar os mais desavisados, numa luta ideológica sem trégua, a mídia golpista agora fala em rombo bilionário deixado por Dilma Rousseff para justificar a retirada de direitos adquiridos ao longo das últimas décadas, a exemplo da aposentadoria no tempo certo, etc. Leia mais

31 de agosto de 2015
por esmael
16 Comentários

Sem CPMF, bolsa afunda e dólar dispara; que fazer?

do Brasil 247
dilma_bolsa_dolarOs investidores temem piora do quadro fiscal e já trabalham com a hipótese de o Brasil vir a ser rebaixado pelas agências internacionais de risco após a desistência do governo de criar uma contribuição nos moldes da CMPF. ... 

Leia mais

13 de agosto de 2015
por esmael
9 Comentários

Papa Francisco pode canonizar Gleisi Hoffmann depois de briga com bancos

papa_banco_gleisi ... 

Leia mais

20 de dezembro de 2014
por esmael
8 Comentários

Megaespeculador George Soros, que de bobo não tem nada, compra na baixa megalote de ações da Petrobras

do Brasil 247
soros_petrobrasEm dias de perdas histórias na bolsa, as ações da Petrobras têm um megainvestidor, que age na contramão do mercado. George Soros, conhecido por suas apostas ousadas nos mercados, dobrou sua quantidade de ações da estatal do petróleo no último trimestre, ao contrário do que tem feito grandes fundos dos Estados Unidos.

De acordo com reportagem deste sábado do jornalista Altamiro Silva Júnior, do Estado de S. Paulo, o empresário fechou o período com 5,1 milhões de ações e opções de compras da estatal do petróleo em sua carteira, ante 2,4 milhões que tinha no trimestre anterior. Leia mais

23 de outubro de 2014
por esmael
28 Comentários

Bolsa de Valores cai com expectativa de Ibope mais vantajoso para Dilma

bolsa_dilma.jpgOs mercados sentem que a presidenta Dilma Rousseff (PT) vai ampliar a vantagem na pesquisa Ibope, que será divulgada no início da noite desta quinta-feira (23). Pela primeira vez, o instituto deverá trazer a petista com larga dianteira em relação ao senador! Aécio Neves (PSDB). ... 

Leia mais

8 de outubro de 2014
por esmael
18 Comentários

Rumor de escândalo sobre PSDB derruba Bolsa de Valores

via Brasil 247

O Ibovespa vive um dia de montanha-russa. O índice chegou a subir 1,31% na abertura do pregão em meio a especulações eleitorais, passou a cair forte em meio a especulações sobre a Ata do Fomc (Federal Open Market Committee) e passou a despencar mais de 2% em meio a rumores de que uma denúncia afetaria Aécio Neves (PSDB), mas que não foi comprovada. Porém, após a Ata do Fomc, o índice amenizou um pouco as perdas, mas não suficiente para fazer o índice virar para cima.

Petrobras chegou a cair 5,5%, mas amenizou para baixa de cerca de 3%, enquanto o Banco do Brasil zerou as perdas. A ata do Fomc mostrou que o Fed vai manter a expressão “tempo considerável” ao se referir a juros baixos, o dólar diminuiu a sua alta registrada hoje.

Mas os rumores eleitorais pesam mais sobre o índice. “Todos os ativos brasileiros viraram repentinamente após rumores de que a imprensa fará denúncia que pode afetar candidatura de Aécio”, diz Davison Santana, estrategista da Bloomberg. No entanto, até o momento ainda não foi divulgado nem confirmado qualquer teor sobre as informações que estariam para ser divulgadas, assim como a credibilidade das informações.

Além disso, o mercado partiu para movimento de proteção antes de pesquisas que serão divulgadas amanhã, com destaque para o Datafolha e Ibope. As expectativas pelas pesquisas são desencontradas: enquanto algumas pesquisas espelho apontam para um empate técnico entre Dilma e Aécio, outras sinalizaram a candidata petista com uma diferença acima do esperado ante o tucano.

Destaque ainda para o relatório da agência de classificação de risco Moody’s, que fez um comentário sobre a situação brasileira após o primeiro turno das eleições presidenciais.

Segundo a agência, o rating do Brasil não depende de quem vencer a eleição e sim da capacidade do novo governo de reverter a deterioração que tem sido observada nas métricas de dívida, na política fiscal e na situação econômica. A Moody’s diz que há pouca clareza nas propostas apresentadas até agora por Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), o que pode ser uma estratégia política.

Mesmo a ata da última reunião do Fomc (Federal Open Market Committee), que impulsionou os mercados lá fora, não impulsionou tanto a bolsa por aqui. A ata mostrou que alguns integrantes do Fed queriam tirar a fala “tempo considerável”, mas evitou em parte por causa da preocupação de que como o mercado veria essa política, além de acreditar ser preciso prudência para avaliar as condições econômicas.

Oi cai forte Fora do noticiário econômico e eleitoral, destaque para para a Oi (OIBR4), que tem a maior baixa do índice depois do anúncio da saída do seu CEO (Chief Executive Officer) Zeinal Bava. De acordo com o Bradesco BBI, a decisão tomada num momento em que a companhia enfrenta uma condição financeira delicada reforça a perspectiva desafiadora para a companhia telefônica.

Leia mais