Ratinho Junior e Roberto Requião

Ratinho Junior “corre atrás do prejuízo” com agenda em Campo Mourão

Google News

► “Vou ganhar a eleição no primeiro turno”, disse Requião

Como se diz no futebol, o governador Ratinho Junior (PSD) resolveu “correr atrás do prejuízo” ao agendar visita em Campo Mourão, onde prometerá nesta sexta-feira (13/05) novos investimentos para o ano que vem. O desembarque do mandatário na região Centro-Oeste do Paraná ocorre pouco mais de uma semana após a passagem da caravana do adversário Roberto Requião (PT), pré-candidato ao Palácio Iguaçu.

Ratinho Junior está se movimentando pelo estado usando como bússola pesquisas internas sobre intenções de votos. À menor ação do principal adversário, logo vem a reação do governador cessante.

Além de fazer um marcação homem a homem em Requião, retroativamente, Ratinho Junior também vem escondendo sua ligação com o presidente Jair Bolsonaro (PL).

O governador cessante, por exemplo, não quis aparecer ao lado do inquilino do Palácio do Planalto na 48ª edição da Expoingá – a Exposição Agropecuária de Maringá, na última quarta-feira (11/05). Ficou distante da motociata de Bolsonaro.

Pesquisas indicam que Bolsonaro funciona com âncora para a imagem de Ratinho Junior, por isso no primeiro turno ele planeja fugir do presidente como o diabo foge da cruz. Esse é o conselho dos luas-pretas estacionados no Palácio Iguaçu.

O estrago que Bolsonaro faz em Ratinho Junior, quando dividem o mesmo palanque, cria um cenário de empate técnico com Requião no Paraná.

Lula, ao contrário, potencializa Requião.

– Vou ganhar a eleição no primeiro turno – disse Requião durante entrevista ao canal “Roda de Conversa” na quinta (12/05).

Veja também  #StopBolsonaro debate racismo no Brasil [ao vivo]