Presidente da China, Xi Jinping, inspeciona preparativos para Pequim 2022

Presidente da China, Xi Jinping, inspeciona preparativos para Pequim 2022

O presidente chinês #XiJinping inspecionou os trabalhos preparatórios para os #Beijing2022 Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno na terça-feira.

Xi Jinping, secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China, equivalente ao cargo de presidente, inspecionou os preparativos para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de 2022 em Pequim na terça-feira (04/01).

Xi visitou o Oval Nacional de Patinação de Velocidade, o Centro de Mídia Principal, a Vila dos Atletas, o Centro de Comando de Operações dos Jogos e uma base de treinamento de esportes de inverno, aprendendo sobre o trabalho preparatório para os Jogos, bem como os preparativos dos atletas chineses para os Jogos.

Xi também estendeu saudações de Ano Novo aos atletas, treinadores, voluntários e representantes de equipes de operação, mídia e equipe de pesquisa científica.

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 acontecerão de 4 a 20 de fevereiro, seguidos pelos Jogos Paraolímpicos de Inverno de 4 a 13 de março.

Os Estados Unidos tentam liderar um “boicote diplomático” aos Jogos de Inverno na China.

China inicia segunda caminhada no espaço com tripulação da Shenzhou XIII [vídeo]

▶  China fornecerá 1 bilhão de doses de vacinas para a África enquanto mundo restringe fronteiras

▶  China sai na frente ao definir novas regras para algoritmos de internet

O Brasil confirmou presença na Olimpíada de Inverno na China

Alheio à discussão geopolítica americana, o Time Brasil estará na China iniciando sua participação nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. O evento promete ser histórico, pois pela primeira vez uma cidade que já abrigou a edição de verão (2008) sediará também os Jogos de Inverno.

Após levar dez atletas a PyeongChang 2018, quando teve a terceira maior delegação das Américas – atrás somente de EUA e Canadá –, o Brasil espera dar sequência ao seu processo de evolução nos esportes de inverno em 2022.

“O COB valoriza a participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno e a delegação brasileira mostra uma evolução constante a cada edição do evento. Estamos trabalhando em conjunto com as Confederações Brasileiras de Desportos no Gelo e na Neve para dar suporte a mais uma boa performance dos atletas brasileiros em Pequim, daqui a exatamente um ano”, disse o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Os Jogos de Pequim terão 109 provas, de 15 modalidades, divididos em esportes de gelo e de neve. Este ano os atletas brasileiros vão em busca da vaga olímpica, a partir do planejamento elaborado pela Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) e pela Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG), em conjunto com o COB.

“A CBDN já iniciou sua preparação para os Jogos há muito tempo. Elaboramos um planejamento com os nossos atletas voltado à alta performance. Organizamos uma série de treinamentos, e a temporada de competições na neve começou no final de 2020. Já o nosso circuito de roller ski, em São Carlos (SP), respeitou as restrições impostas pela pandemia e pretendemos repeti-lo este ano”, explicou o presidente da CBDN, Anders Pettersson.

“Os Jogos Olímpicos são um evento único na carreira de um atleta. Diante dos desafios que o atual momento nos impõe, a CBDG está com foco total na preparação dos atletas, de forma que o Brasil possa estar representado pelo maior número de modalidades e também possa atingir os melhores resultados da história. Será um ano de muito trabalho pela frente”, afirmou o presidente da CBDG, Matheus Figueiredo, que apontou ainda as chances de classificação do Time Brasil nos esportes no gelo: “bobsled (masculino e feminino), skeleton, patinação artística, patinação velocidade e curling”.

O Brasil fez sua estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno em Albertville 1992, quando foi representado por sete atletas, todos do esqui alpino. Pequim 2022 será a nona participação brasileira no evento.