Choro e ranger de dentes na direita e na esquerda no último dia de convenções partidárias

Segundo o calendário do TSE, esta sexta-feira (05/08) é a data fatal para a realização de convenções partidárias.

Até meia noite de hoje, na direita e na esquerda, haverá muito choro ranger de dentes.

O ex-prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, por exemplo, preterido da disputa pelo Senado, disse que não concorda com a decisão vinda da Federação PSDB e Cidadania e que ainda vai recorrer à justiça eleitoral para manter sua candidatura.

O PSDB interveio para tirá-lo da disputa e apoiar a reeleição do senador Alvaro Dias.

Cesar Silvestri disse ao Blog do Esmael que, independente da decisão judicial, não irá seguir o apoio a Alvaro – nem que vaca tussa arroz doce.

Na esqueda também há ruídos, e fortes.

Parte da militância da Federação PSOL-Rede no Paraná, em manifesto, pede unificação em torno da campanha Lula e Requião.

– Apesar de ambas às Federações já estarem com discussões bastante avançadas na construção de suas chapas e de termos demorado demais em abrir esta possibilidade de coligação, todo o esforço político é válido no sentido de unificar a esquerda nas campanhas majoritárias Lula e Requião para derrotar Bolsonaro, Ratinho Jr., Moro, Álvaro Dias, a extrema direita e o lavajatismo – diz um trecho do documento, que circula nas redes sociais.

Há ainda o inconcluso desmame do PROS, que foi interrompido ontem (04/08) por uma decisão liminar do STJ.

O PROS tinha saído da esfera de Bolsonaro e Ratinho Jr., mas retornou ainda na manhã de quinta.

No clichê futebolístico, a máxima é que o jogo só termina com o apito final do juiz, qual seja, hoje, com as doze baladas notúrnicas.

Enquanto isso, vamos ouvir mais choros e ranger de dentes.

Portanto, como se vê, o jus sperniandi – o direito de espernear – não é monopólio de apenas um lado.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

LEIA TAMBÉM