Agora vai! PSL aprova indicativo para fusão com o DEM; eles terão fundo de até R$ 1,5 bilhão

Agora vai! PSL aprova indicativo para fusão com o DEM; eles terão fundo de até R$ 1,5 bilhão

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), disse em nota nesta terça (28/09) que o partido deu o primeiro passo para se fundir com o DEM. Segundo ele, a executiva aprovou por unanimidade o indicativo para juntar as escovas em 2022.

Na quarta (06/10), DEM e PSL realizam convenção nacional conjunta em Brasília para sacramentar o “casamento” político.

O PSL foi o partido pelo qual Jair Bolsonaro foi eleito presidente em 2018, no entanto, saiu da legenda um ano depois por desavença sobre o controle dos fundos partidário [R$ 113,9 milhões] e eleitoral [376,2 milhões] totalizando a verba em R$ 490 milhões.

Por sua vez, o DEM teve em 2020 acesso a R$ 260 milhões em fundos partidário e eleitoral.

Portanto, juntos, PSL e DEM podem receber até R$ 1,5 bilhão na eleição de 2022 –haja vista que o Congresso dobrou esses fundos para o ano que vem.

Com esse valor bilionário, o presidente Bolsonaro pensa se filiar na nova agremiação. O belo “dote” chamou a atenção do mandatário.

Leia a íntegra do comunicado oficial do PSL:

Executiva nacional do PSL aprova primeiro passo para fusão com o DEM

Em reunião na tarde desta terça-feira, 28/09/21, a Executiva Nacional do PSL autorizou por unanimidade a convocação de uma Convenção Nacional Conjunta do PSL e do DEM para deliberar sobre a fusão entre os dois partidos. O evento acontecerá no dia 6/10/21, a partir das 9h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

Na ocasião serão aprovados os projetos comuns de Estatuto e o programa do novo partido. Também será eleita a Comissão Executiva Nacional Instituidora, órgão nacional que promoverá o registro do novo partido.

LUCIANO CALDAS BIVAR
PRESIDENTE NACIONAL DO PSL

Leia também
Caminhoneiros ameaçam fazer nova paralisação após aumento do diesel

Prevent Senior fez pacto do “diabo” com o governo, revela a CPI da Pandemia [vídeo]

Roberto Requião convoca manifestação pelo ‘Fora Bolsonaro’ neste sábado, dia 2 de outubro