Após convite para Bolsonaro, senador do MDB testa positivo para Covid-19

O senador Eduardo Braga (MDB-AM), após convidar o presidente Bolsonaro para se filiar ao MDB, testou positivo para Covid-19.

Jair Bolsonaro tem sido disputado pelos partidos da base governista no Congresso, dentre eles, além do MDB, o Republicanos e o PSL –pelo qual foi eleito em 2018.

Eduardo Braga é o relator da indicação do desembargador Kassio Marques para vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). A sessão deverá ocorrer no dia 21 de outubro próximo.

Em nota, o senador Eduardo Braga disse que os sintomas da doença têm sido leves e não comprometem o estado geral da saúde dele.

“Infelizmente, testei positivo para Covid-19, apesar de todos os cuidados tomados desde o início da pandemia. Graças a Deus, os sintomas têm sido leves e não comprometem meu estado geral de saúde. Desejo a todos que enfrentam essa doença, assim como eu, uma rápida recuperação. Cuidem-se. Cumpram todas as recomendações médicas. E preservem as vidas daqueles que os cercam. Que Deus nos abençoe”, comunicou o senador em sua rede social.

De acordo com registro do fotógrafo Marcos Corrêa, da Presidência da República, o senador Eduardo Braga participou de almoço com o presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira (07/10/2020), juntamente com outros parlamentares.

Quanto à filiado de Bolsonaro no MDB, o ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) já se levantou contra. “Sem chance”, vetou o velho emedebista do Paraná em entrevista ao Blog do Esmael.

Hoje, no banco de apostas, o presidente estaria com um dos pés no Republicanos, pois Jair Bolsonaro apoia explicitamente os candidatos do partido no Rio (Marcelo Crivella) e São Paulo (Celso Russomanno). Some-se a isso dois filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro já estão filiados no Republicanos.

Portanto, Requião pode vencer essa batalha dentro do “Velho MD de Guerra”.

LEIA TAMBÉM
Que fim levou Deltan Dallagnol?

Para a República de Curitiba, ministro Marco Aurélio Mello agiu certo ao conceder HC

Pesquisa Fortaleza: Capitão Wagner, 35%; Luizianne Lins, 14,9%; Sarto, 10,1%

Compartilhe agora