Bolsonaro sente o ‘bafo quente’ de Moro na nuca, diz Paraná Pesquisas

A Paraná Pesquisas afirma que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já pode sentir o bafo quente do ex-juiz Sérgio Moro na nuca.

Segundo o instituto, 78,1% dos brasileiros são favoráveis à continuidade do trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba.

Para 48,9%, o trabalho da força-tarefa é bom ou ótimo e 20,8% consideram a ação da Lava Jato como ruim ou péssima.

Mas nem tudo é desgraça para Bolsonaro. 39,6% acreditam que o governo atual fez mais que os anteriores no combate à corrupção. Um terço acha que está sendo igual e 25% que fez menos que gestões anteriores.

De acordo com a Paraná Pesquisas, 35,4% acreditam que o governo Jair Bolsonaro não melhorou o ambiente político para os trabalhos da Operação Lava Jato. 27,9% apontam piora e apenas 30,1% veem melhora de ambiente para a força-tarefa.

O presidente Jair Bolsonaro e os partidos de oposição, capitaneados pelo PT, consideram a força-tarefa Lava Jato um “partido político” que visa chegar ao poder.

Os principais beneficiários das ações políticas da República de Curitiba, segundo petistas e governo, são Moro e o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa em Curitiba.

A seguir, leia a íntegra da pesquisa:

Como o Sr(a) avalia o trabalho da Operação Lava Jato até agora entre ótimo, bom regular, ruim ou péssimo?

  • Ótimo – 19,1%
  • Bom – 29,8%
  • Regular – 24,7%
  • Ruim – 7,3%
  • Péssimo – 13,5%
  • Não sabe/ não opinou – 5,6%

O Sr(a) é a favor ou contra a continuidade do trabalho da Operação Lava Jato em Curitiba?

  • A favor – 78,1%
  • Contra – 15,8%
  • Não sabe/ não opinou – 6,1%

Em relação ao combate à corrupção, o Sr(a) acredita que o Governo Bolsonaro fez mais, igual ou fez menos que os Governos anteriores?

  • Fez mais que os Governos anteriores – 39,6%
  • Fez igual aos Governos anteriores – 29,8%
  • Fez menos que os Governos anteriores – 25,0%
  • Não sabe/ não opinou – 5,6%

O Sr(a) acredita que o Governo Jair Bolsonaro melhorou, não melhorou nem piorou ou piorou o ambiente político para os trabalhos da Operação Lava Jato?

  • Melhorou o ambiente político para os trabalhos da Operação Lava Jato – 30,1%
  • Não melhorou, nem piorou o ambiente político para os trabalhos da Operação Lava Jato – 35,4%
  • Piorou o ambiente político para os trabalhos da Operação Lava Jato – 27,9%
  • Não sabe/ não opinou – 6,6%

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.260 eleitores brasileiros de 26 estados e o Distrito Federal entre os dia 11 e 15 de agosto. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

LEIA TAMBÉM

 

ABJD e entidades pedem a prisão de Sara Winter por expor dados de criança estuprada

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), juntamente com mais quatro entidades, entraram nesta terça-feira, 18, com uma representação na Procuradoria Federal no Distrito Federal para que seja novamente decretada a prisão de Sara “Winter” Giromini e apuradas todas as violações cometidas por ela ao expor, ilegalmente, os nomes da criança de 10 anos vítima de estupro e do Hospital onde se dá o atendimento médico.

O pedido, assinado também pela União de Mulheres do Município de São Paulo, pela Associação dos Assistentes Sociais e Psicólogos do TJSP (AASPTJ-SP), pelo Instituto Vladimir Herzog e pelo Conselho Regional de Psicologia de São Paulo, afirma que a representante da extrema-direita descumpriu a legislação nacional constitucional e infraconstitucional, infringiu o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90) e a Constituição Federal, que tem na dignidade da pessoa humana um dos princípios fundantes da República Federativa do Brasil.

De acordo com os juristas, Sara Giromini revitimizou e expôs ao escárnio, de forma torpe, uma criança vítima de brutal violência sexual, promoveu a desordem pública, incentivou um irracional clamor popular em frente à unidade hospitalar e atentou contra a honra da equipe de saúde que presta atendimento à menina violentada. A integrante do Grupo 300 reitera a prática de crime de ódio pela mesma rede social que motivou sua investigação e prisão, por isso merece uma resposta jurídica, com revogação da prisão domiciliar em que se encontra.

As recentes atividades promovidas por Sara não correspondem com o comportamento imposto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), quebrando a confiança dada pelo Poder Judiciário. “Reafirmando sua vocação autoritária, desprovida agora de qualquer noção ou senso de humanidade”, ressalta.

A representação é apoiada pelo Grupo Prerrogativas, o Coletivo Direito Para Quem, o Instituto Zequinha Barreto Socialismo e Democracia (Osasco), a Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP e a Rede Feminista de Juristas deFEMde.

Leia a íntegra da representação:

Representação SARA WINTER

Prefeito ‘Mão Santa’ inaugura placa para Bolsonaro: “Ungido por Deus”

O prefeito de Parnaíba (PI), Francisco Souza, mais conhecido como Mão Santa (DEM), inaugurou um monumento para marcar a visita de Bolsonaro ao município e bajular o presidente.

A placa diz:

“Visitou Parnaíba nesta data o líder ungido por Deus Jair Messias Bolsonaro Presidente da República federativa do Brasil que livrou o Brasil do comunismo e da corrupção.”

Mão Santa já foi governador e senador pelo Piauí. No início da pandemia causada pelo novo coronavírus, ele divulgou informações equivocadas de prevenção à doença em vídeo que circulou nas redes sociais.

O prefeito orientou a população a beber água “de meia em meia hora” para supostamente “matar o vírus”, o que não tem nenhuma comprovação científica.

“Quando você bebe a água, ela empurra o germe, que está na garganta e no nariz, ele vai para o estômago. Aí o ácido clorídrico mata, esteriliza ele. É muito mais importante beber de meia em meia hora. Aí o germe ‘se lasca’” Declarou Mão Santa, que também é médico proctologista.

Em outro vídeo, o prefeito de Parnaíba se refere ao covid-19 como “vírus boiola” e afirma que o principal problema do país seria o Congresso Nacional.

Com informações do Yahoo.