Liderança do PSL: Eduardo Bolsonaro sobe; Joice Hasselmann cai

Publicado em 16 dezembro, 2019

Virou novela mexicana a disputa pela liderança do PSL na Câmara. Hoje (16) à noite, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) reassumiu a liderança do partido e derrubou a deputada Joice Hasselmann, que havia sido aclamada na semana passada.

Eduardo Bolsonaro só voltou à liderança graças à Justiça do Distrito Federal, que suspendeu a punição do PSL aos deputados que apoiam seu pai –o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Joice ficou menos de uma semana na liderança do PSL na Câmara porque, com suspensão dos parlamentares bolsonaristas, a lista de apoio ficou desfavorável novamente ao presidente da sigla Luciano Bivar (PSL-PE).

O líder partidário, além de ser o mandachuva político e porta-voz da agremiação, também escolhe os integrantes de comissões; discursa em plenário para orientar os votos da bancada; articula junto aos demais integrantes as votações de interesse do partido.

A tendência é que essa a disputa intestinal do PSL se agrave nos próximos dias. Os deputados da legenda podem voltar a protagonizar uma verdadeira guerra de babuínos.

Mais do que a disputa pelo protagonismo, Joice e Eduardo, representantes de Bivar e Bolsonaro, respectivamente, querem controlar o bilionário fundo eleitoral do PSL.

LEIA TAMBÉM
Enio Verri é o novo líder do PT na Câmara

Globo admite volta da inflação sob Bolsonaro, mas esconde a recessão

Requião: ‘Quem faz greve de caminhoneiro é patrão’

Risco país cai para o menor nível em nove anos. O que significa isso? Nada