Estadão: Moro é o alvo interno de Bolsonaro

Compartilhe agora!

A jornalista Eliane Cantanhêde, do Estadão, afirma nesta sexta-feira (6) que o ministro Sérgio Moro é o alvo ‘interno’ preferencial dos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“No front interno, o alvo é Sérgio Moro. O presidente parece sentir um prazer mórbido em manipular publicamente seu ministro, que continua sendo a estrela do governo, mas perde em imagem e ganha a desconfiança de seus velhos aliados de Lava Jato, ao assistir passivamente à fritura grosseira do delegado Mauricio Valeixo, diretor-geral da PF”, escreve a colunista do jornalão paulistano.

LEIA TAMBÉM
Lula: ‘Deltan Dallagnol deveria estar preso e exonerado do cargo no MPF’

Investigação contra Hélio Negão é o motivo da irritação de Bolsonaro com a PF

Augusto Aras na PGR é derrota da Lava Jato e humilhação para Moro

Para Cantanhêde, diferente de Joaquim Levy, que, atacado, jogou a toalha, Valeixo se cair leva junto Moro porque, segundo a jornalista, tem apenas duas alternativas: ‘ou demite o companheiro e se demite da Lava Jato, ou sai junto que ele [do governo].’

Eliane Cantanhêde chegou a essa reflexão após, no texto, descrever os inimigos externos colecionados por Jair Bolsonaro em oito meses de governo: França, Alemanha, China, mundo árabe, Argentina, Cuba, Venezuela, Noruega, Dinamarca e, recentemente, o Chile.

A jornalista do Estadão diz que a pergunta, cuja resposta vale um milhão de dólares, é aonde que Bolsonaro quer chegar com essa metralhadora giratória.

Compartilhe agora!