URGENTE: Globo desmonta farsa do hacker

O jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, revelou nesta quinta-feira (25) que as postagens do suposto hacker partiram de Brasília — não de Araraquara.

Os tuítes do ‘hacker de Taubaté’ –como batizaram as redes sociais, em alusão à Velhinha de Taubaté personagem do escritor Luís Fernando Veríssimo– iniciaram no último dia 15 de julho, após os escândalos envolvendo o ministro Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato.

LEIA TAMBÉM
TV 247 promove encontro na Vigília Lula Livre neste sábado, em Curitiba; confira a programação

Globo aciona alerta vermelho com novo vazamento do Intercept

Intercept denuncia em editorial armação de Moro; leia a íntegra

Ministério da Justiça jura que celulares de Bolsonaro foram hackeados

“A PF investiga a razão de os tuítes de Walter Delgatti Netto, o ‘Vermelho”, apesar de aparecerem como sendo feitos em Araraquara (SP), na verdade, o sistema interno do Twitter registraram como sendo postados de Brasília desde o dia 15 deste mês”, anotou hoje o colunista de O Globo.

Por fim, Lauro Jardim fulmina a farsa do hacker:

“Ou seja, o Vermelho estaria fisicamente em Brasília quando fez os posts. De qualquer forma, só o Twitter poderá confirmar tal possibilidade. A postagem pode também ter sido feita por outra pessoa da quadrilha.”