Por Esmael Morais

Mídia quer colocar tornozeleira eletrônica em Lula

Publicado em 03/12/2018

A narrativa da velha mídia e da lava jato está prestes a ruir nesta terça-feira (4), quando a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) examinará novo pedido de habeas corpus em favor do ex-presidente Lula.

Diante da iminente liberdade do petista, o partido da lava jato e os jornalões tentam mitigar a derrota propondo uma tornozeleira eletrônica para Lula. Seria uma espécie de troféu contra o PT, portanto um adereço simbólico em seu líder maior.

LEIA TAMBÉM
A lava jato conseguirá botar a “canga” no STF nesta terça-feira?

A Segunda Turma do STF está de saco cheio da turma da Globo e do ex-juiz Sérgio Moro, que, até agora, dirigiram a política criminal no sentido de punir os inimigos com o rigor da lei e aliviar para os amigos do rei.

São bastante emblemáticos os casos de Onyx Lorenzoni, que teve o caixa dois perdoado por Moro, e do tucano Aécio Neves, a despeito da mala de propina flagrada pela Polícia Federal, continua por aí…

Lula é mantido preso político há 8 meses pela Polícia Federal de Curitiba. Se ele aceitar uma tornozeleira eletrônica estaria a concordar, em parte, com a retórica da velha mídia e dos fundamentalistas da lava jato.

“Não sou pombo-correio para usar tornozeleira”, já disse antes Lula sobre a possibilidade de prisão domiciliar.