Por Esmael Morais

Fora da lei, Moro manda prender Delúbio

Publicado em 23/05/2018

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, deverá ser preso novamente. A determinação é do juiz federal Sérgio Moro, da lava jato, após o TRF4 negar nesta quarta (23) o último recurso do petista. Trata-se de inconstitucional antecipação da pena.

Delúbio foi condenado a seis anos de prisão em regime fechado pelo crime de lavagem de dinheiro. O ex-tesoureiro vai cumprir a pena no Complexo Médico-Penal (CMP), em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

O Ministério Público acusa Delúbio de fraudar um empréstimo entre o pecuarista José Carlos Bumlai e o Banco Schahin. Tal operação teria sido paga numa operação de um navio-sonda da Petrobras.

A antecipação da pena despreza a presunção da inocência prevista na Constituição Federal. Portanto, Moro comete mais uma ilegalidade. O juiz continua agindo fora da lei.