Por Esmael Morais

A misoginia d’O Antagonista

Publicado em 03/08/2016

As pérolas publicadas são repletas de aversão às mulheres e contém fortes indícios de repulsão patológica ao sexo feminino.

As agressões à presidente Dilma Rousseff são mais covardes ainda, pois ultrapassam muito a da crítica política e exala o machismo do governo interino. São características da misoginia.

O Antagonista deveria experimentar bater assim nos irmãos Cid e Ciro Gomes, no Requião, só para ver o que acontece…

Leia o que publicou ontem O Antagonista:

Gleisi é uma tortura
Depois de ouvirmos o relatório de Antonio Anastasia, aturar Gleisi Hoffmann lendo esse voto em separado é uma tortura.

Inteligência e estupidez
A coluna de Vanessa Grazziotin é mais um exemplo de que a Folha não busca mais “equilibrar” colunistas de direita e esquerda.

O jornal agora “equilibra” inteligência e estupidez.

Gleisi para trás
Pela primeira vez, Gleisi Hoffmann não está na primeira fileira da comissão do impeachment.

O lugar dela é no fundão.

Pronto, Narizinho
Pronto, Narizinho, você está em cadeia nacional pela TV Senado.

O Antagonista acha que a audiência vai cair.