3 de dezembro de 2016
por esmael
18 Comentários

‘Fora Temer’ em 220 cidades, diz velha mídia

moro_fora_temerA velha mídia organizará e dirigirá neste domingo (4) — com direito à ampla cobertura — a primeira manifestação contra a corrupção no governo do ilegítimo Michel Temer (PMDB).

4 de novembro de 2015
por admin
6 Comentários

Manifestação contra a impunidade no caso da menina Rachel Genofre

rachelHá sete anos a menina Rachel Genofre, de 9 anos, foi violentada, brutalmente assassinada e teve seu corpo largado dentro de uma mala, num corredor da Rodoviária de Curitiba. Após uma série de investigações que se mostraram insuficientes, a família ainda convive com a dor da perda e com a impunidade.

Para marcar a data e cobrar uma solução para o caso, os movimentos feministas do Paraná organizam uma manifestação nesta quinta-feira (5), com concentração às 16h na Praça Rui Barbosa seguida de uma caminhada até a Rodoferroviária, com um ato marcado para as 18 horas.

26 de dezembro de 2014
por esmael
12 Comentários

Mensalão tucano chega a dez anos de impunidade. Até quando, STF?

do Brasil 247
mensalao_tucanoPassada quase uma década, petistas já finalizando o cumprimento de suas penas por conta de acusações semelhantes, e os denunciados pelo chamado mensalão tucano de Minas Gerais sequer foram julgados. O escândalo de compra de apoios à  reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB) aconteceu em 1998, mas foi descoberto apenas em julho de 2005. De acordo com denúncia do Ministério Público Federal, o mensalão tucano envolveu desvios de R$ 3,5 milhões de empresas públicas de Minas, usados na campanha eleitoral.

Enquanto isso, a Ação Penal 470, o mensalão do PT, foi julgado com rigor extremo pelo Supremo Tribunal Federal (STF), comandado implacavelmente pelo então ministro Joaquim Barbosa e num ambiente de espetacularização da mídia familiar.

Praticamente todos os acusados receberam penas duríssimas, sumárias e inéditas na história da Corte Suprema. Figuras importante do petismo e da República, a exemplo do ex-tesoureiro Delúbio Soares, o ex-presidente da sigla José Genoíno e do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu cumprem suas estão em pleno cumprimento de suas condenações já no regime semi aberto.

Em relação ao escândalo envolvendo o tucanato, o STF não teve o mesmo rigor. A corte que não admitiu o desmembramento do processo para envio à s instâncias inferiores, teve entendimento diferente nos caso de Azeredo. O processo do então governador mineiro, que desde março de 2014 está pronto para ir a julgamento, deverá ser analisado pela primeira instância da Justiça mineira. A data sequer foi marcada ainda.