29 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Richa minimiza atentado contra Lula

Richa minimiza atentado contra Lula

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB), em entrevista à Folha, minimizou nesta quinta (29) o atentado contra a vida do ex-presidente Lula quando ele percorria com sua caravana o trecho entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul. Para o tucano, foi um “ataque localizado”. Leia mais

17 de Fevereiro de 2018
por esmael
1 Comentário

Governador Beto Richa manda PM ‘revezar’ uso de coletes balísticos no Paraná

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) economiza na segurança dos policiais militares, mandando revezar no uso de coletes balísticos, mas não economiza quando é para pagar supersalários de R$ 100 mil mensais para seu secretariado. Leia mais

5 de Fevereiro de 2018
por esmael
6 Comentários

Em crise de final de feira, Beto Richa exonera secretário de segurança pública no Paraná

A 56 dias de deixar o governo do Paraná, Beto Richa (PSDB) exonerou nesta segunda-feira (5) o delegado da Polícia Federal Wagner Mesquita da Secretaria de Estado da Segurança Pública. O tucano vive a crise de final de feira. O novo titular da pasta é Júlio Reis, escolhido com a anuência da vice Cida Borghetti (PP), mulher do ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), que assumirá o comando do Palácio Iguaçu a partir de 1º de abril. Leia mais

16 de Janeiro de 2018
por esmael
10 Comentários

No “Tucanistão”, corpo de jovem de 18 anos foi velado na rua por 13 horas

Um jovem de 18 anos foi velado por mais de 13 horas numa rua do município de Colombo, região metropolitana de Curitiba, no estado do “Tucanistão”, antigo Paraná, a espera de uma viatura do Instituto Médico Legal (IML). Leia mais

16 de setembro de 2015
por admin
11 Comentários

Professores e ‘cadáveres insepultos’ no IML geram protestos contra Beto Richa em Ponta Grossa

pontagrossaPonta Grossa, a próspera capital dos Campos Gerais, completou 192 anos ontem, dia 15 de setembro. Entre as comemorações pela passagem da fundação do quarto município mais populoso do Paraná houve manifestação e bronca no governador Beto Richa (PSDB). Leia mais

17 de junho de 2015
por esmael
20 Comentários

Coluna do Reinaldo Almeida César: ‘Gaeco dê uma olhada nos contratos de alimentação para os presos’

Reinaldo Almeida César*

Certa feita, o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que preferia morrer a cumprir pena nos presídios medievais brasileiros. Se ele conhecesse as carceragens da Polícia Civil no Paraná, certamente pediria para abreviar ainda mais esta morte.

O preso em delegacia de polícia deve lá permanecer, apenas e tão somente por um tempo mínimo, enquanto o inquérito policial não for concluído ou interessar para a investigação.

Passado este tempo mínimo, o detento deve ser imediatamente transferido para uma unidade prisional mantida pelo Estado, no sistema prisional.

Para isso, o governo deve investir no sistema, construir presídios, abrir concursos e estruturar, com segurança e boa remuneração, a carreira do agente penitencário. Deve liberar os investigadores da Polícia Civil para as atividades que lhes são próprias, na polícia judiciária, na investigação e no cumprimento dos mandados de prisão. No Paraná, já são mais de 25.000 mandados de prisão em aberto.

Delegacia de polícia deve ser local para acolher pessoas aflitas que buscam atendimento. Ninguém vai à distrito policial para fazer turismo ou tirar selfie. Vai porque está em desespero, em busca do amparo policial. A delegacia de polícia não pode ser um mini-presídio, sempre pronto à convulsões, enquanto a sociedade assiste, apavorada, fugas de encarcerados saindo pelos telhados e muros das delegacias, a todo instante.

Sempre me posicionei de forma pública e muito crítica pelo descaso do governo do Paraná com esta questão.

A imprensa registrou, no dia da minha saída da SESP, que ela tinha sido motivada também por acentuadas divergências que eu tinha, nesta questão, com a equipe da Secretaria de Justiça. Pura verdade.

Lembro-me de certa ocasião, um final de tarde de sábado, quando recebi um telefonema do então delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Michelotto, me relatando indignado que acabara de haver recebido, também por telefone, uma reprimenda do ajudante de ordens do Governador, o Capitão PM Zancan, porque o governador tinha acabado de passar em frente ao 9º Distrito policial na Santa Quitéria e não tinha gostado de ver faixas do sindicato protestando contra o excesso de presos na carceragem.

Na segunda-feira pela manhã, de forma respeitosa mas muito firme, foi a minha vez de apresentar queixa e reflexão ao governador. Queixa, porque não se recomenda, na liturgia de cargos, que um ajudante de ordens chame às falas o chefe da Polícia Civil. Reflexão, porque disse à Sua Excelência, que os sindicalistas da Polícia Civil estavam certos.

Fico agora, feliz e entusiasmado com a posição do Ministério Público do Paraná, em vias de colocar um freio de arrumação neste descalabro, expedindo recomendações e cobrando cronograma de solução da SESP.

Aliás, agora depende somente da SESP, pois ela tem a faca e o queijo na mão, na medida em que o governo reuniu, numa canetada só, segurança pública e execução penal num único lugar. Basta a SESP, ela mesma, mais ninguém, abrir as portas do sistema penitenciário e esv

10 de Março de 2014
por esmael
25 Comentários

Agora vai. Oftalmologista comandará a Segurança Pública do Paraná

Segundo fontes palacianas, o médico oftalmologista Leon Grupenmacher foi alçado ao cargo de secretário da Segurança Pública graças à  amizade com o presidente do FUNESP, Fábio Losso, e Luiz Abi, primo do governador Beto Richa; "Agora a polícia vai enxergar os bandidos", brincam petistas e requianistas nas redes sociais; Losso tem a tarefa de cuidar do "bom emprego" de um fundo de R$ 500 milhões formado com dinheiro do Detran.

Segundo fontes palacianas, o médico oftalmologista Leon Grupenmacher foi alçado ao cargo de secretário da Segurança Pública graças à  amizade com o presidente do FUNESP, Fábio Losso, e Luiz Abi, primo do governador Beto Richa; “Agora a polícia vai enxergar os bandidos”, brincam petistas e requianistas nas redes sociais; Losso tem a tarefa de cuidar do “bom emprego” de um fundo de R$ 500 milhões formado com dinheiro do Detran.

O leitor soube em primeira mão, aqui neste blog, que o governador Beto Richa (PSDB) nomeou o médico Leon Grupenmacher para comandar a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (SESP). Leia mais