Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

23 de fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em PowerPoint de Richa “quebra” a internet

PowerPoint de Richa “quebra” a internet

O procurador Deltan Dallagnol fez escola, pois um PowerPoint do governador do Paraná Beto Richa (PSDB) está “quebrando” a internet nesta sexta (23) pelo sucesso estrondoso. Leia mais

19 de julho de 2015
por esmael
4 Comentários

Em Curitiba, “cavalo encilhado” passa outra vez na frente de vice petista

mirian_cavalo_prefPela segunda vez, em dois anos de meio, a vice Mirian Gonçalves, do PT, assumiu interinamente o cargo na Prefeitura de Curitiba. Mais uma vez, portanto, a petista vê o “cavalo encilhado” passar-lhe na frente. É a oportunidade que ela tem de mostrar que existe politicamente. Talvez o “cavalinho da sorte” não volte a galopar em sua frente até o fim deste mandato. Leia mais

1 de julho de 2015
por esmael
27 Comentários

Por 25 votos a 14, Assembleia rejeita convite para denunciante de desvios na Educação do Paraná

Ex-superintendente da SUDE, Jaime Sunye Neto, delatou esquema de corrupção na Educação do Paraná; Assembleia rejeitou requerimento para ouvi-lo sobre desvios que podem ultrapassar R$ 30 milhões de obras escolas não executadas pelo governo Beto Richa (PSDB).

Ex-superintendente da SUDE, Jaime Sunye Neto, delatou esquema de corrupção na Educação do Paraná; Assembleia rejeitou requerimento para ouvi-lo sobre desvios que podem ultrapassar R$ 30 milhões de obras escolas não executadas pelo governo Beto Richa (PSDB).

A “Bancada do Camburão” rejeitou nesta quarta-feira, 1º de julho, por 25 votos a 14, requerimento que convocava o ex-superintendente da SUDE (Superintendência de Desenvolvimento Educacional), Jaime Sunye, para esclarecer denúncias de desvios que podem ultrapassar R$ 30 milhões de obras escolares não executadas. Leia mais

30 de junho de 2015
por esmael
27 Comentários

“Bancada do Camburão” derruba sessão para não convocar denunciante de roubo na educação do PR

“Bancada do Camburão” derrubou a sessão da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (30); por que os governistas temem ouvir Jaime Sunye, ex-superintendente da SUDE, se o mesmo poderia esclarecer as denúncias [que ele fez] de corrupção de mais de R$ 30 milhões na Secretaria da Educação? Blog do Esmael divulgou em primeira mão, no dia 7 de junho, os esquemas com obras escolares não executadas.

“Bancada do Camburão” derrubou a sessão da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (30); por que os governistas temem ouvir Jaime Sunye, ex-superintendente da SUDE, se o mesmo poderia esclarecer as denúncias [que ele fez] de corrupção de mais de R$ 30 milhões na Secretaria da Educação? Blog do Esmael divulgou em primeira mão, no dia 7 de junho, os esquemas com obras escolares não executadas.

Os deputados que compõem a base de sustentação do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia, a conhecida Bancada do Camburão, nesta terça-feira (30), em fila indiana, se retirou do plenário para derrubar a sessão e evitar votação de requerimento convocando o ex-superintendente Jaime Sunye, da Superintendência do Desenvolvimento Educacional (SUDE). Leia mais

25 de junho de 2015
por esmael
25 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: ‘Corrupção na Educação do Paraná vai para o televisivo Fantástico’

Governador Beto Richa continua a saga para “desbancar” William Bonner do Jornal Nacional; dia sim e outro também, tucano tem frequentado o telejornal global com pautas que envergonham os paranaenses -- menos a Assembleia Legislativa, que lhe rende obediência bovina; nesta quinta-feira (25), perdigueiros do programa dominical Fantástico investigam escândalo na Fundepar e SUDE, órgãos vinculados à Secretaria de Educação.

Governador Beto Richa continua a saga para “desbancar” William Bonner do Jornal Nacional; dia sim e outro também, tucano tem frequentado o telejornal global com pautas que envergonham os paranaenses — menos a Assembleia Legislativa, que lhe rende obediência bovina; nesta quinta-feira (25), perdigueiros do programa dominical Fantástico investigam escândalo na Fundepar e SUDE, órgãos vinculados à Secretaria de Educação.

Uma equipe de perdigueiros do programa Fantástico, da TV Globo, circula com desenvoltura nos arredores do Centro Cívico. O material também poderá ser aproveitado pela emissora carioca no Jornal Nacional. A pauta não poderia ser outra: corrupção no governo Beto Richa (PSDB). Leia mais

20 de junho de 2015
por esmael
20 Comentários

Coluna do Jorge Bernardi: Roubalheira e crimes no governo Richa continuarão impunes, como dantes?

bernardi_crimes_impunes_richaJorge Bernardi*

A ocasião faz o ladrão, é o ditado popular. A carreira política do governador Beto Richa está manchada por escândalos desde sua eleição a deputado estadual. Na Assembleia Legislativa, houve os casos da sogra e do gabinete fantasma. O “primo distante”, Luiz Abi, fora um dos nomeados para o gabinete virtual do ex-deputado Beto Richa, que exercia o cargo de vice-prefeito de Curitiba.

Em 2000, Beto Richa disputou a Prefeitura de Curitiba como vice de Cassio Taniguchi. Aquela eleição foi marcada pelo maior escândalo financeiro de Caixa 2 de todos os tempos. Nela foram utilizados, de forma ilícita, R$ 29,8 milhões (R$ 97,7 milhões atualizados pelo IGP-100 em 05/2015) não declarados à Justiça Eleitoral, que contribuíram para a eleição de Taniguchi e Richa.

Dinheiro sujo da corrupção.

As estripulias de Taniguchi e Richa não deram em nada. Cumpriu-se a máxima: “na guerra, no amor e na política o único crime é perder”. Mais um escândalo sem ser apurado, graças a omissão dos responsáveis por denunciar e punir. O “bom moço” continuou sua carreira política impune.

7 de junho de 2015
por esmael
66 Comentários

Em meio à greve de professores, suspeita de corrupção derruba cúpula da Secretaria da Educação no Paraná

O governador Beto Richa (PSDB) exonerou na quarta-feira (3) seu amigo Maurício Jandoi fanini Antonio da presidência do Instituto de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), autarquia recriada sem muito alarde no início de 2015. Antes, porém, o moço ocupara a diretoria de Engenharia, Projetos e Planejamento da SUDE (Superintendência de Desenvolvimento Educacional).

O decreto nº 1602 que demite o colaborador e amigo do tucano será publicado no Diário Oficial do Estado nº 9466, desta segunda-feira, dia 8 de junho, véspera da assembleia geral dos professores e funcionários de escola em greve que lutam pela reposição de 8,17% na data-base.

A SUDE e a Fundepar são órgãos vinculados diretamente à Secretaria de Estado da Educação (SEED), que tem como tarefa zelar pelo bom funcionamento da infraestrutura nas 2,1 mil escolas da rede pública estadual. Pois bem, é aí que a porca começa torcer o rabo.

O demitido é suspeito de cometer desvios de recursos que seriam destinados à construção e reforma de escolas. Na lista de sacanagens estaria o pagamento a empreiteira de obras que nunca existiram. Segundo uma fonte do Palácio Iguaçu, o “valor” ainda está sendo periciado. O esquema também teria a participação de fiscais de uma terceira autarquia ligada à SEED, a Paraná Educação, que acabou incorporando as funções da extinta Secretaria de Obras (SEOP).

Maurício Fanini é amigo e parceiro de partida de tênis do governador no Graciosa Country Club. Ele foi diretor de Pavimentação na Prefeitura de Curitiba quando Beto Richa era secretário de Obras, na gestão de Cássio Tanighuchi (DEM), de quem o tucano fora vice-prefeito, o início dos anos 2000.

Bem relacionado com o governador, o ex-diretor da SUDE e ex-presidente da Fundepar também tinha uma boquinha de conselheiro de administração na Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná). Em 2013, Fanini relatou em reunião da empresa aluguel de salas comerciais, no valor de R$ 14 milhões, em favor de um dos doadores na campanha do amigo na eleição de 2010.

Nessa intrincada história quem também levou “xeque-mate” foi o superintendente da SUDE, o enxadrista Jaime Sunye, que denunciou o esquema do amigo do governador a seus superiores. A exoneração do denunciante aparecerá no decreto nº 1601, que também será publicado no Diário Oficial desta segunda-feira.

Mas que diabo tem Sunye como amigo do governador Beto Richa? Nada. Foi o autor das denúncias das supostas estripulias de Fanini.

“Eu descobri alguns equívocos e os levei aos meus superiores”, confirmou ao Blog do Esmael o ex-superintendente Jaime Sunye sem dar detalhes do processo administrativo interno na SEED. “Houve desvio de conduta”, sentenciou.

O enredo é recheado de “coincidências”, de acordo com a fonte palaciana. Primeiro, o ex-superintendente da SUDE levou o caso ao então secretário da Educação, Fernando Xavier, que foi demitido; depois, recorreu ao Procurador-Geral do Estado, Ubirajara Ayres Gasparin, que também foi defenestrado do cargo.

Sem respostas concretas à denúncia que fez, Jaime Sunye foi à secretária interina da Educação, Ana Seres Comin, que levou o caso ao governador Beto Richa. Para surpresa geral, o denunciante e o denunciado foram colocados dentro do mesmo saco e atirados ao mar.

Seria a solução encontrada por Beto Richa para encobrir mais um escândalo, às vésperas da assembleia dos educadores em greve?

A diretora de Informação e Planejamento Vanda Dolci Garcia assumiu interinamente a superintendência da SUDE. Na campanha de reeleição, ela virou sensação por 15 minutos quando um documento do candidato para área, publicado num jornal, dizia “ver com a Vanda quais são os números”.

As suspeitas de corrupção na área educacional envolvendo mais um amigo do governador se somam às denúncias de propina na Receita Estadual, que também tem um amigo de corrida das 500 Milhas, bem como as de pedofilia com um ex-assessor e amigo de Londrina.

Mas diante de mais essa história cabeluda não dá para deixar de protestar: enquanto os educadores lutam pelo direito de receber reposição inflacionária de 8,17%, o que é lei e lhes é negado, o dinheirinho que poderia resolver o impasse da greve escorre pelo ralo da corrupção para os amigos próximos ao governador Beto Richa.

Que fazer? A quem recorrer? A educação pede socorro!

23 de março de 2015
por esmael
21 Comentários

Empresa ligada a primo “líder de quadrilha” doou R$ 100 mil para Beto Richa, diz Gazeta do Povo

richa_gazeta_abi.jpgO jornal Gazeta do Povo, edição desta segunda-feira (23), traz reportagem de Euclides Lucas Garcia que estabelece elo entre o governador Beto Richa (PSDB) e seu primo preso há uma semana, Luiz Abi Antoun, acusado pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de liderar uma quadrilha dentro do governo do estado.

A reportagem mostra que a empresa ligada ao primo doou R$ 100 mil ao tucano na campanha pela reeleição em 2014.

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o dinheiro teria saído da Alumpar Alumínios — sediada em Londrina. A empresa, conforme registro na Junta Comercial do Paraná, pertence à GV Alumínios e à KLM Brasil. Esta última, com sede em Cambé, tem como sócios os dois filhos de Luiz Abi: Kouthar e Nemer Abi Antoun. De acordo com a certidão da KLM, Nemer é representado na sociedade pela mãe, Eloiza Fernandes Pinheiro Abi Antoun.

De acordo com a Gazeta, os documentos da Junta Comercial apontam ainda que o próprio Luiz Abi constava como sócio da empresa quando ela foi criada, em setembro de 1990. O empresário, porém, deixou a sociedade em maio de 2012.

Na eleição de 2008, à Prefeitura de Curitiba, Luiz Abi já havia doado R$ 2 mil ao primo Beto Richa. Portanto, a relação é bem mais antiga do que faz crer o governador do PSDB.

Luiz Abi Antoun é parente tão “distante” do governador tucano, que segundo os anais da Assembleia Legislativa do Paraná, foi nomeado para o gabinete de Richa em 1.º de fevereiro de 2001 – época em que Richa já era vice-prefeito de Cassio Taniguchi (DEM).

Abaixo, leia o organograma do esquema:

22 de dezembro de 2014
por esmael
16 Comentários

Requião oferece um Diletto! para quem informar paradeiro de Taniguchi

requiao_cassio_beto_diletto.jpgO senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, lançou uma campanha nesta segunda (22) para localizar o ex-prefeito de Curitiba e ex-secretário de Estado do Planejamento, Cássio Taniguchi, foi substituído esta semana na pasta pelo ex-prefeito maringaense Silvio Barros II. Leia mais

9 de dezembro de 2013
por esmael
18 Comentários

Veja essa: Taniguchi, secretário de Richa, leva calote de US$ 450 mil de empresários paraguaios

Parece piada pronta, mas não é. O secretário de Estado de Planejamento do Paraná, Cássio Taniguchi, braço direito do governador Beto Richa (PSDB), levou um calote de US$ 450 mil de empresários privados do Ciudad Del Este, no Paraguai.

Taniguchi é um dos principais ideólogos no governo tucano que defende o calote em fornecedores, paralisação de obras e descumprimento de acordos com os servidores públicos para resolver a crise financeira do estado.

à‰ o típico caso do feitiço se voltando contra o feiticeiro.

Segundo o site Foz Notícias, citando o diário paraguaio “Vanguardia” (clique aqui), Taniguchi teria usado sua fama de ex-prefeito de Curitiba e de urbanista para vender seu peixe aos paraguaios.

Coincidência ou não, os empresários paraguaios alegam a mesma coisa que o governo do Paraná alega quando dá calote na praça: “crise financeira”.

O site iguaçuense afirma que a Aliança Público-privado! contratou o secretário de Richa para fazer o Plano Diretor de Desenvolvimento de Ciudad Del Este, cidade paraguaia que faz fronteira com Foz do Iguaçu (PR). Detalhe: até agora nada pagou. Deu calote.

Moral da história: aqui se faz, aqui se paga.

Leia a matéria de Digão Monzon, site Foz Notícias:

Calote à  Paraguaia !“ Tanigushi espera pagamento de U$ 450 mil

Parece que a maré de azar do Secretário Cassio Tanigushi está de volta. Segundo o jornal paraguaio Vanguardia! o ex-prefeito de Curitiba levou um calote de U$ 450 mil de empresários de Ciudad Del Este, que parecem não estar preocupados com a dívida.

Tanigushi usou de sua fama de urbanista para vender seu peixe, e foi contratado por uma Aliança Público-privado! para fazer o Plano Diretor de Desenvolvimento de Ciudad Del Este, cidade paraguaia que faz fronteira com Foz do Iguaçu (PR).

A empresária Natalia Rodriguez Chan, de Ciudad Del Est, explica que o setor privado seria responsável por pagar Tanigushi. Ainda não juntamos esse dinheiro. Tampouco queremos incomodar os empresários com isso agora, pois o comércio está em crise. Por isso vamos deixar esse Plano Diretor de lado por enquanto! disse Chan, que é a atual Presidente da Associação de Desenvolvimento Comercial em entrevista para o Diário Vanguardia.

Tanigushi já ocupou os microfones da mídia paraguaia para divulgar as maravilhas que seriam realizadas no centro comercial da cidade que também é famosa pela confusão de suas ruas e aglomero de pessoas.

14 de novembro de 2013
por esmael
87 Comentários

Requião diz em entrevista que vai reconstruir o Paraná destruído por Richa; ouça o áudio

Em entrevista na rádio Banda B, de Curitiba, Requião não deu refresco ao governador do PSDB; Richa é um sujeito bacana. Cabelo sempre bem cortado, bronzeado ou pelo Sol das praias ou pelas lâmpadas artificiais. Ele veste bem, com roupas de grife, mas não tem muito apetite para governar. Ele teria grande sucesso como apresentador de baile de debutante, mas como governador não vai bem!, fuzilou o senador, que fez questão de ressaltar a palavra ausência de governo!; peemedebista sugeriu que vai reconstruir o que foi destruído pelo governador Beto Richa ao dizer que já fez isso antes [reconstruir o Estado] quando sucedeu Jaime Lerner; ouça o áudio.

Em entrevista na rádio Banda B, de Curitiba, Requião não deu refresco ao governador do PSDB; Richa é um sujeito bacana. Cabelo sempre bem cortado, bronzeado ou pelo Sol das praias ou pelas lâmpadas artificiais. Ele veste bem, com roupas de grife, mas não tem muito apetite para governar. Ele teria grande sucesso como apresentador de baile de debutante, mas como governador não vai bem!, fuzilou o senador, que fez questão de ressaltar a palavra ausência de governo!; peemedebista sugeriu que vai reconstruir o que foi destruído pelo governador Beto Richa ao dizer que já fez isso antes [reconstruir o Estado] quando sucedeu Jaime Lerner; ouça o áudio.

Como foi antecipado ontem pelo blog, o senador Roberto Requião (PMDB) desceu o sarrafo hoje pela manhã no governador Beto Richa (PSDB) durante entrevista ao jornalista Adilson Arantes, na Rádio Banda B, de Curitiba. Leia mais

29 de outubro de 2013
por esmael
19 Comentários

Dilma elogia ex-prefeito Lerner

Presidenta Dilma elogiou nesta terça Jaime Lerner durante anúncio de verbas para metrô e ampliação do BRT (ligeirinho) em Curitiba; ex-prefeito, considerado o pior governador que o Paraná já teve, é uma espécie de guru espiritual e político do prefeito Gustavo Fruet.

Presidenta Dilma elogiou nesta terça Jaime Lerner durante anúncio de verbas para metrô e ampliação do BRT (ligeirinho) em Curitiba; ex-prefeito, considerado o pior governador que o Paraná já teve, é uma espécie de guru espiritual e político do prefeito Gustavo Fruet.

O ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner, foi homenageado pela presidenta Dilma Rousseff nesta terça (29) durante anúncio de recursos federais para obras de mobilidade urbana. Leia mais

19 de setembro de 2013
por esmael
55 Comentários

Coluna do Maurício Requião: vem aí novo aumento na tarifa da água

Maurício Requião, em sua coluna inaugural neste blog, desce a borduna no trio Richa/Taniguchi/Lerner que, segundo ele, utilizou e utiliza a Sanepar para realizar lucros de amigos; ele compara as gestões neoliberais na companhia de água e esgoto com as do governo de seu pai, Roberto Requião, lembrando que era voltada ao interesse público; o especialista em políticas públicas fecha seu artigo desta quinta prevendo que o acordo de acionistas entre o governo do PSDB e o grupo privado Dominó resultará em novo reajuste na tarifa de água do povo paranaense; leia o texto.

Maurício Requião, em sua coluna inaugural neste blog, desce a borduna no trio Richa/Taniguchi/Lerner que, segundo ele, utilizou e utiliza a Sanepar para realizar lucros de amigos; ele compara as gestões neoliberais na companhia de água e esgoto com as do governo de seu pai, Roberto Requião, lembrando que era voltada ao interesse público; o especialista em políticas públicas fecha seu artigo desta quinta prevendo que o acordo de acionistas entre o governo do PSDB e o grupo privado Dominó resultará em novo reajuste na tarifa de água do povo paranaense; leia o texto.

por Maurício Requião Filho*

Nos tempos de Lerner/Taniguchi, sob a administração dos sócios minoritários, a Sanepar definiu que seu principal objetivo era o lucro e a remuneração de seus acionistas. Leia mais