5 de agosto de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Novo presidente da Comec mais perdido que surdo em bingo

Pegou mal. Em audiência realizada ontem (4) sobre transporte coletivo no município de Tijucas do Sul, o novo presidente da Comec (Coordenação da Região Metropolitana), Luis Alberto Alves, recém-nomeado pelo governador Beto Richa (PSDB), deixou o público presente decepcionado. O evento tinha como intuito discutir novas soluções para a melhoria do transporte público na região, principalmente, no que diz respeito ao valor da tarifa. Hoje, o tijucano paga R$ 15,00 na passagem de ônibus para ir à  Curitiba.

O valor que tem deixado a comunidade desesperada. Pois bem, para esclarecer esta história e tentar solucionar, nada melhor que o presidente da Comec.

Primeiro, Alves chegou aproximadamente uma hora atrasado e assim que começou a falar já causou alguns espantos por parte das pessoas ali presentes. O escolhido do governador disse que não sabia o que poderia fazer. Não soube responder de quem é a responsabilidade em cobrar uma nova licitação das linhas metropolitanas (sendo que quem administra o transporte coletivo na RMC é a Comec).

Também errou feio no posicionamento de Tijucas do Sul no IDH !“ àndice de Desenvolvimento Humano. Repetiu por três vezes que Tijucas possui o 18!º IDH do Estado, sendo que atualmente ocupa a triste colocação número 277.

O presidente da Comec chegou a falar até do caso do tigre de Cascavel, mas em nenhum momento conseguiu explicar porque uma família de quatro pessoas que vive em Tijucas do Sul gasta R$ 120,00 de passagem para ir até a capital um percurso de menos 50 quilômetros.

Logo que fez sua catastrófica explanação, Luis Alberto Alves pediu pra sair! da reunião e deixou a Audiência rolar! no salão da igreja de Tijucas.

Para o presidente da Câmara Municipal, Claudemir Machado (PT), a atitude do representante maior do transporte foi lamentável. Um tema desta magnitude, que desperta a atenção da comunidade local ser tratada com tanta displicência é complicado!, disse após o término da sessão.

A Audiência Pública sobre o transporte coletivo foi realizada por iniciativa dos vereadores. Fizeram parte das discussões o prefeito de Pinhais e presidente da Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba) Luizão Goulart (PT), o deputado estadual Toninho Wandscheer (PT), o prefeito anfitrião Altair Gringo (PP) e os representantes da Concessionária Litoral Sul, Prefeitura de Curitiba e Prefeitura de São José dos Pinhais.

Leia mais

19 de maio de 2014
por Esmael Morais
8 Comentários

Prefeito de Pinhais “solteirão” só quer fazer campanha para mulheres

Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart (PT), quer fazer valer a máxima segunda qual "o mundo é das mulheres"; petista com gestão mais bem avaliada do país quer apoiar chapa completa só de mulheres, de vários partidos, nas eleições de 2014; segundo os petistas próximos, o galalau não terá risco de ter que dormir no sofá quando chegar tarde em casa porque está solteirão!.

Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart (PT), quer fazer valer a máxima segunda qual “o mundo é das mulheres”; petista com gestão mais bem avaliada do país quer apoiar chapa completa só de mulheres, de vários partidos, nas eleições de 2014; segundo os petistas próximos, o galalau não terá risco de ter que dormir no sofá quando chegar tarde em casa porque está solteirão!.

O prefeito de Pinhais Luizão Goulart (PT), presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), decidiu que só vai dar as mãos à s representantes do sexo feminino na disputa eleitoral.  ... 

Leia mais

11 de março de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

Ratinho Jr ‘não dá conta do recado’ na Comec, dizem prefeitos

Pela enésima vez, os prefeitos vinculados à  Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) voltaram se reunir ontem (10) para encontrar uma solução para o transporte nas 13 cidades que compõem a Rede Integrada de Transporte (RIT). Ninguém quer gerenciar “de fato” as linhas de ônibus metropolitanas. Nem o governo estadual, nem a prefeitura da capital.

Sob a batuta do maestro Luizão Goulart (PT), prefeito de Pinhais e presidente da Assomec, sobrou críticas à  Coordenação da Região Metropolitana (Comec). O órgão está sob as asas do secretário do Desenvolvimento Urbano (SEDU), Ratinho Júnior (PSC), que não compareceu ao encontro. No seu lugar esteve o chefe da Casa Civil, Reinold Stephanes (PSD), que nada decidiu.

Prefeitos saíram da reunião de ontem com a sensação que uma solução só será encontrada quando o Saci-Pererê cruzar as pernas ou o sargento Garcia prender o Zorro. Ninguém quer ficar com o ônus da região metropolitana, mas todos querem o bônus do mercado consumidor e a mão de obra — de preferência barata — encontrada em abundância nesses municípios.

Ao blog, com sua simplicidade típica, um dos prefeitos que participou da reunião na Comec deu sua impressão sobre o impasse: o secretário Ratinho Júnior não consegue dar conta do recado.

Antes do feriadão de Carnaval, prefeitos da mesma Assomec questionaram a competência de gestão de Ratinho (clique aqui). Em nota oficial, a entidade colocou “panos quentes” no assunto (relembre aqui).

Segundo o presidente da Assomec e prefeito de Pinhais, Luizão Goulart é necessário que a Comec assuma definitivamente o gerenciamento do transporte coletivo da Região Metropolitana.

O governo do estado criou o subsídio e tem a legitimidade de gerenciar o transporte, não podemos ficar neste “empurra, empurra” entre URBS e Comec, pois a cada inicio de ano vivemos uma grande “novela” na RMC!, ponderou.

Para os prefeitos o que falta principalmente é informação. Segundo o prefeito de Itaperuçu, Neneu Artigas (PDT), os prefeitos ficam de mãos atadas! e mesmo assim depois correm o risco de serem responsabilizados pela falta de ações efetivas no que se refere ao transporte coletivo.

Em nossa região, por exemplo, existe um grande monopólio, já que há mais de 20 anos as mesmas empresas administram o transporte e nós não podemos nem questionar!, salientou.

Durante a reunião o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT) mostrou-se a favor dos municípios e da integração com a região metropolitana, no entanto, alertou mais uma vez que a capital não pode continuar arcando com as despesas sem que haja ajuste na tarifa.

à‰ necessário pensar o mais rápido possível em um novo modelo de governança para o transporte, pois não é possível que Curitiba continue assumindo o gerenciamento das linhas metropolitanas após uma série de acréscimos na tarifa técnica, sendo que o subsídio do governo estadual continua o mesmo do ano passado!, defendeu.

Representando o governador Beto Richa (PSDB) durante a reunião, Reinhold Stephanes admitiu falta de planejamento nos últimos anos para que novas alternativas para o transporte coletivo na RMC fossem implantadas com êxito.

Reconhecemos que o governo estadual tem responsabilidade em resolver este problema, assim como os municípios também tem a responsabilidade de cobrar e ajudar a encontrar so Leia mais

16 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

Nos bastidores, petistas travam batalha pela Câmara Federal

Vanhoni e Luizão, da corrente CNB, podem protagonizar uma das mais "emocionantes" batalhas pelos votos da região metropolitana de Curitiba rumo à  Câmara Federal; outro que corre por fora é o sindicalista Denílson Pestana.

Vanhoni e Luizão, da corrente CNB, podem protagonizar uma das mais “emocionantes” batalhas pelos votos da região metropolitana de Curitiba rumo à  Câmara Federal; outro que corre por fora é o sindicalista Denílson Pestana.

O deputado federal à‚ngelo Vanhoni é tido como um dos possíveis puxadores de voto na chapa proporcional do PT em 2014. Estima-se que ele vá liderar o batalhão de frente, haja vista seu trabalho na Câmara com o Plano Nacional de Educação (PNE) e em virtude de espaços que abriu na administração do prefeito Gustavo Fruet (PDT), em Curitiba. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Adesão do PSDB põe fim à  tentativa de divisão na Assomec

Luizão Goulart foi reconhecido presidente da Assomec, no final de semana, até pelos prefeitos do PSDB, como Beti Pavin, de Colombo; "racha" da entidade termina com isolamento político de Aldnei Siqueira, de Tamandaré; na próxima quinta, em Curitiba, tucanos, petistas, peemedebistas e assemelhados voltam a se reunir para discutir resíduos sólidos.

Luizão Goulart foi reconhecido presidente da Assomec, no final de semana, até pelos prefeitos do PSDB, como Beti Pavin, de Colombo; “racha” da entidade termina com isolamento político de Aldnei Siqueira, de Tamandaré; na próxima quinta, em Curitiba, tucanos, petistas, peemedebistas e assemelhados voltam a se reunir para discutir resíduos sólidos.

O prefeito de Almirante Tamandaré, Aldnei Siqueira (PSD), derrotado na eleição da Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba), ocorrida em janeiro, se isolou politicamente ao dispensar médicos estrangeiros do programa Mais Médicos (clique aqui para relembrar), do governo federal, e por manter a ideia de dividir a entidade representativa dos prefeitos. ... 

Leia mais