20 de Abril de 2018
por Redacao
Comente agora

Instituto da comunidade árabe repudia declarações da senadora Ana Amélia

O Instituto da Cultura Árabe divulgou nota (19/4) condenando de forma veemente as declarações da senadora Ana Amélia (PP-RS) que em sessão do Senado criticou uma entrevista concedida pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR),  à cadeia de televisão Al Jazeera, do Qatar. A senadora Ana Amélia relacionou a emissora ao grupo terrorista “Estado Islâmico” (ISIS). Segundo a nota da entidade, “relacionar uma emissora de TV do mundo árabe a grupos terroristas, além da demonstração de desconhecimento em relação aos países árabes, é prática explícita de preconceito racial e islamofobia”, afirma um trecho do documento. Confira a íntegra da nota. Leia mais

19 de Abril de 2018
por esmael
Comente agora

Na falta do que fazer, PGR vai investigar entrevista de Gleisi à TV Al Jazeera

A Procuradoria-Geral da República, a PGR, não tem mais o que fazer. Segundo o Estadão, o órgão vai investigar a entrevista que a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, concedeu à TV Al Jazeera. Leia mais

18 de Abril de 2018
por esmael
Comente agora

Al Jazeera: Gleisi chama de “ignorante” senadora de direita; assista ao vídeo

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, chamou de “ignorante” e “mau caráter” a senadora Ana Amélia (PP-RS) por ela ter relacionado sua entrevista à TV Al Jazeera com o Estado Islâmico. Leia mais

14 de julho de 2014
por esmael
33 Comentários

Povo deveria me dar chance de um novo mandato!, pede Dilma Rousseff

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff pediu um “novo mandato” ao povo brasileiro em entrevista à  TV árabe Al Jazeera, transmitida no final da manhã desta segunda-feira 14. Questionada sobre os motivos para que a população lhe desse mais quatro anos de governo nas eleições de outubro, Dilma respondeu: “Acredito que o povo brasileiro deve me dar uma oportunidade de um novo período de governo pelo fato de que nós fazemos parte de um projeto que transformou o Brasil”.

A presidente citou conquistas sociais durante o governo do PT. “O Brasil tinha 54% de sua população entre pobres e miseráveis em 2002. Hoje 75% da população brasileira vive na classe C para cima. à‰ três em cada quatro brasileiros. Nós transformamos a vida dessas pessoas. O Brasil mudou de perfil e foi feito isso com a democracia vigente, com todos os direitos de expressão, manifestação e divergência”, afirmou.

A candidata do PT também alfinetou os adversários. “Vai ser travada uma disputa democrática entre caminhos. Quem quando pôde fez, sabe continuar fazendo. Quem quando pôde não fez, não sabe fazer”, disse. De acordo com a presidente, uma prova dos avanços sociais no País é o sucesso da Copa do Mundo. Neste momento, ela alfinetou, sem citar nomes, o ex-jogador Ronaldo, que fazia parte do comitê organizador da Copa.

“Tanto é assim que como você explica o sucesso da Copa do Mundo? Antes de uma semana, você lê jornal, você sabe o que se dizia a respeito da infraestrutura da Copa. Você sabe que tinha gente que dizia que estava envergonhado do país porque não teria condição de receber [o evento]”, declarou. Pouco antes do início do evento, Ronaldo disse que se sentia “envergonhado” com os atrasos das obras da Copa. Depois do início do evento, acabou mudando o discurso.