Lula se solidaria com Ciro Gomes; que agradece a manifestação do ex-presidente Lula

Lula se solidaria com Ciro Gomes; que agradece a manifestação do ex-presidente Lula

“Obrigado presidente Lula. O estado policial de Bolsonaro é uma ameaça à democracia e a todos os democratas”, agradeceu Ciro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, pelas rede sociais, se solidarizou com os irmãos Ciro e Cid Gomes que tiveram nesta quarta (15/12) suas casas invadidas pela PF.

“Quero prestar minha solidariedade ao senador Cid Gomes e ao pré-candidato a presidente Ciro Gomes, que tiveram suas casas invadidas sem necessidade, sem serem intimados para depor e sem levar em conta a trajetória de vida idônea dos dois. Eles merecem ser respeitados”, manifestou-se Lula.

O ex-presidente divulgou nota de solidariedade a Ciro Gomes mesmo sendo alvo de ataques do pré-candidato do PDT, que, em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, na Rádio Bandeirantes, disse que o judiciário não declarou que o petista é inocente.

Ciro Gomes agradeceu a solidariedade de Lula:

“Obrigado presidente Lula. O estado policial de Bolsonaro é uma ameaça à democracia e a todos os democratas. Me considero na obrigação de dar todos os esclarecimentos necessários, em respeito ao povo brasileiro, e o farei.”

Além de Lula, o ex-senador Roberto Requião (sem partido), pré-candidato ao governo do Paraná, também estendeu a mão para Ciro Gomes.

“Solidariedade absoluta a Ciro Gomes, diante da infâmia da invasão de sua casa e de absurdo inquérito aberto. O que fazem com Ciro hoje já fizeram com Lula ontem. Canalhice absoluta, verdadeira infâmia!”, escreveu Requião.

Para Requião, negar solidariedade ao Ciro neste momento e tolerar abertamente o comportamento da Polícia Federal, é demonstração clara de que o sujeito já está inoculado com o abominável vírus do Bolsonarismo. “A sociedade inteira está sendo agredida, novamente”, disse.