Lula ‘jantou’ Bolsonaro no Jornal Nacional

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ‘jantou’ o adversário e presidente cessante Jair Bolsonaro (PL) na entrevista ao Jornal Nacional, quinta à noite, na TV Globo. A avaliação é de Rosângela Lula da Silva, a Janja, virtual primeira-dama a partir de 1º de janeiro de 2023.

– Desconfio que meu Marido não vai querer jantar hj. Já está satisfeito – comentou Janja após a sabatina comandada pelos jornalistas Wiliam Bonner e Renata Vasconcellos.

O cantor e compositor Caetano Veloso disse que chorou ao assitir a entrevista de Lula. “Mais do que quando votei nele em 2002.”

– Tanto da nossa história! Racionalmente falando, meu candidato é Ciro [Gomes]. Mas Lula arrebata. Sou um brasileiro típico. Voto em Lula – manifestou-se Caetano Veloso.

Outro cirista que declarou voto em Lula, ontem, foi o yotuber Felipe Neto, que possui cerca de 90 milhões de seguidores nas redes sociais.

Economia

O jornalista Reinaldo Azevedo, colunista do Uol/Band FM, avaliou que Lula não concedeu uma entrevista, mas fez uma exibição de gala. “Posso discordar disso ou daquilo, mas a entrevista é dele, não minha. SEM ERROS. Enfrentou”, disse.

Lula saiu da bolha, dizem especialistas

Até o presidente Bolsonaro assistiu a entrevista de Luiz Inácio Lula da Silva na Globo, segundo ele próprio, que pediu para que assessores colocassem “naquele canal” [que não pode ser dito o nome]. O mandatário acelerou sua live semanal para acompanhar a “refeição” de seu adversário na corrida pelo Palácio do Planalto.

Segundo a Quaest Pesquisa, 15 milhões de pessoas foram impactadas com postagens nas redes sociais sobre a entrevista de Lula durante sua exibição no JN.

A entrevista com Lula obteve a melhor média de alcance de postagens até aqui. Bolsonaro teve 9 milhões de média e Ciro 2 milhões.

Os 3 momentos em que Lula foi melhor foram:

  1. quando defendeu as medidas anti-corrupção no seu governo e a apuração dos erros de qualquer um;
  2. quando defendeu a aliança com Alckmin; e
  3. quando defendeu que política não é lugar de ódio.

Os três momentos em que Lula se saiu pior foram:

  1. quando não respondeu sobre a lista tríplice;
  2. quando atacou Bolsonaro o chamando de Bobo da Corte; e
  3. quando disse que a solução para o orçamento secreto é conversar com os deputados.

Na média, Lula obteve 48% de menções positivas, contra 52% de menções negativas considerando todo o período da entrevista. Foi pior que Ciro (54%) e melhor que Bolsonaro (35%).

As palavras-chave mais citadas pelas pessoas que comentaram a entrevista de Lula no Jornal Nacional foram: ‘bobo da corte’, ‘orçamento secreto’ e ‘combate ‘à corrupção’.

– Dos três até agora no JN, Lula foi o único a sair da bolha – observou o jornalista Guilherme Amado, do site Metrópoles, site parceiro do Blog do Esmael.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

LEIA TAMBÉM