Chamado às pressas, médico de Bolsonaro chega à hospital de São Paulo neste terça-feira

Chamado às pressas, médico de Bolsonaro chega à hospital de São Paulo neste terça-feira

O cirurgião Antônio Luiz Macedo, chegou ao hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, na manhã desta terça-feira (04/01), após ser chamado às pressas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). É o mesmo médico que atende o mandatário desde a controversa facada em setembro de 2018.

O médico de Bolsonaro estava nas Bahamas e foi chamado às pressas pelo Palácio do Planalto, haja vista que o presidente se internou na madrugada de ontem (03/01) com fortes dores abdominais.

Em suas redes sociais, Jair Bolsonaro cogitou que seria necessário uma cirurgia de emergência.

“Comecei a passar mal após o almoço de domingo. Cheguei ao hospital às 03h00 de hoje. Me colocaram sonda nasogástrica. Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal”, anotou o presidente.

Imprensa mundial repercute a prisão de ventre do presidente Jair Bolsonaro

Zé de Abreu e Carluxo batem boca nas redes sociais; Bolsonaro foi internado 7 meses antes da facada

No entanto, em um comunicado, o hospital afirmou na tarde de ontem que o presidente tinha apresentado “melhora clínica após a passagem da sonda nasogástrica, evoluindo sem febre ou dor abdominal”. A equipe médica também disse que “o paciente fez uma curta caminhada pelo corredor do hospital e permanece em tratamento clínico. Ainda não há avaliação definitiva quanto à necessidade de intervenção cirúrgica”.

O presidente Bolsonaro caiu doente no primeiro dia útil do ano, depois de gozar férias no litoral de Santa Catarina, onde ele passeou de jet ski, aglomerou nas praias, visitou o parque Beto Carrero World, dentre outras estripulias, porém não visitou a Bahia submersa pela água da chuva.

O cirurgião Antônio Luiz Macedo, bem como o hospital Vila Nova Star, ainda não divulgaram um novo boletim sobre o quadro de saúde do presidente.